PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Roubos e furtos de veículos caem no primeiro bimestre em SP

Veículo recuperado em ação de "Rota" do 6º Batalhão de Ações Especiais de Polícia - Divulgação/ Secretaria de Segurança de São Paulo
Veículo recuperado em ação de "Rota" do 6º Batalhão de Ações Especiais de Polícia Imagem: Divulgação/ Secretaria de Segurança de São Paulo

Colaboração para o UOL

13/04/2021 08h56

Pelo sétimo ano consecutivo, a quantidade de roubos e furtos de veículos caiu no Estado de São Paulo, durante o primeiro bimestre. Essa redução, entre janeiro e fevereiro, tem acontecido desde 2015, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

A maior redução de roubos, durante esse período, aconteceu justamente em 2021, quando a queda foi de 23,8% em comparação com o ano anterior. Em 2020 foram 6.904 roubos. Em 2019 foram 5.259.

Desde o início da série histórica, em 2001, este indicador nunca tinha ficado abaixo de 6.000 ocorrências somando janeiro e fevereiro.

Em relação a furtos, a redução foi de 9,9% no primeiro bimestre de 2015, quando iniciou a queda consecutiva. Na época, o indicador apresentou 18.529 boletins.

A maior redução de furtos também ocorreu no primeiro bimestre deste ano, quando a modalidade criminosa caiu 14,6%, passando de 14.037 registros em 2020 para 11.981 em 2021.

Desde o início da série histórica, este indicador nunca tinha ficado abaixo de 14 mil ocorrências nos dois primeiros meses do ano.

Os policiais também trabalham na recuperação de veículos subtraídos. Nos dois primeiros meses deste ano, por exemplo, mais de 6,4 mil veículos produtos de roubo ou furto foram recuperados.

As polícias paulistas creditam essas reduções a megaoperações, como as São Paulo, Rodovia e Interior Mais Seguro, realizadas desde o início de 2019

Outra medida importante, segundo a polícia, foi a ampliação do policiamento padrão "Rota", que agora está presente em todo o território paulista por meio de Batalhões de Ações Especiais de Polícia.

A Polícia Civil tem coibido desmanches clandestinos, que são os principais destinos de veículos subtraídos, o que também contribui para reduzir os roubos e furtos, de acordo com as autoridades.

Cotidiano