PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

AM: Viaturas são incendiadas no interior; prisões por ataques chegam a 33

Siga o UOL no

Do UOL, em São Paulo

08/06/2021 10h06

A SSP-AM (Secretaria de Segurança Pública do Amazonas) informou hoje que duas viaturas policiais foram incendiadas em Caapiranga, cidade localizada a 185 km de Manaus, em mais um episódio da onda de violência no Amazonas iniciada no último sábado (05).

Na capital Manaus, a Polícia Civil prendeu dois suspeitos pelo incêndio de dois veículos no pátio de uma delegacia no último fim de semana. Ao todo, já foram efetuadas 33 prisões relacionadas aos ataques que, segundo a polícia, tiveram início após a morte de um traficante.

Segundo a SSM-AM, não há registro de incêndios em Manaus desde a manhã de ontem. No entanto, um incidente marcou a madrugada na cidade de Caapiranga.

De acordo com a ocorrência policial, criminosos atearam fogo em duas viaturas, sendo uma da Polícia Militar e a outra da Polícia Civil, no pátio de uma delegacia. Um outro veículo foi incendiado.

Conforme informações de moradores da região, os autores do incêndio chegaram encapuzados pelo rio, jogaram combustível nos veículos e atearam fogo.

Segundo a SSP-AM, a onda de violência teve início em Manaus no sábado (5) após a morte de um traficante conhecido como "Dadinho" em uma ação da PM (Polícia Militar). Ele seria ligado à facção criminosa Comando Vermelho, que teve origem no Rio de Janeiro, e hoje age em prisões do Amazonas.

Ontem, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, atendeu a um pedido do governo do Amazonas e autorizou o envio de oficiais da Força Nacional ao estado para ajudar a conter os ataques. Ainda não há informações sobre a data da chegada do reforço.

Após ataques, ruas de Manaus amanhecem vazias; violência chega ao interior

Cotidiano