PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Professor amarra criança em cadeira na sala de aula no ES e é afastado

Aluno foi amarrado na cadeira com uma espécie de fita em uma escola de Vitória (ES) - Reprodução/ Prefeitura de Vitória (ES)
Aluno foi amarrado na cadeira com uma espécie de fita em uma escola de Vitória (ES) Imagem: Reprodução/ Prefeitura de Vitória (ES)

Do UOL, em São Paulo

16/06/2021 17h20Atualizada em 16/06/2021 17h20

Um estudante da rede municipal de Vitória, capital capixaba, foi amarrado em uma cadeira na sala de aula por um professor. O caso teria acontecido no último sábado (12), segundo o telejornal ESTV 1ª edição de hoje, da afiliada da TV Globo no ES.

A Prefeitura de Vitória confirmou ao UOL que o profissional já foi afastado por medida cautelar e a Seme (Secretaria de Educação de Vitória) enviou uma equipe técnica na escola para apurar a denúncia.

De acordo com reportagem do ESTV, profissionais da escola disseram que o aluno estava muito agitado e que por isso foi amarrado pelo professor, mas não souberam dizer o que motivou o educador a ter tal atitude.

O estudante de 12 anos já está recebendo apoio e sendo acompanhado por profissionais da Semus (Secretaria de Saúde) e do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), disse a Prefeitura de Vitória em nota enviada ao UOL.

A Prefeitura também disse que "se solidariza com o estudante e a família e destaca que repudia qualquer forma de violência". Não foram informados detalhes do caso para preservar a identidade do menor e sua família.

A nota ainda diz que um processo administrativo disciplinar (PAD) está sendo aberto para investigar o fato no âmbito da Prefeitura de Vitória.

Um ofício sobre o caso foi encaminhado para a DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) para investigação.

Ao UOL, a Polícia Civil do Espírito Santo confirmou que tomou ciência do fato na tarde de hoje e que o caso seguirá para apuração na DPCA.

Eles ressaltaram que a população pode auxiliar na investigação por meio do telefone 181, o Disque-Denúncia, ferramenta segura que não é preciso se identificar para denunciar.

Todas as informações recebidas são investigadas e elas ainda podem ser enviadas por meio do site da Polícia Civil.

Cotidiano