PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
3 meses

'Indo aí te pegar', diz deputada federal com arma em helicóptero a Lázaro

Do UOL, em Brasília

20/06/2021 16h27Atualizada em 21/06/2021 16h37

Além da força-tarefa de polícias de Goiás e do Distrito Federal, a deputada federal Magda Mofatto (PL-GO) também afirma estar atrás de Lázaro Barbosa, procurado há 12 dias, segundo vídeo postado ontem em suas redes sociais.

Com uma arma em mãos dentro de um helicóptero, Magda diz:

"Te cuida, Lázaro. Se o [governador de Goiás Ronaldo] Caiado não deu conta de te pegar, eu estou indo aí te pegar. Comandante, rumo para Cocalzinho."

Segundo a postagem, a deputada estava em Cocalzinho, onde as buscas a Lázaro estão concentradas.

Lázaro é suspeito de ter cometido uma série de crimes, incluindo o assassinato de uma família, e já fugiu da prisão três vezes. As polícias fazem buscas pela mata e por chácaras na região de Cocalzinho, próximo à divisa com o Distrito Federal. São utilizados cães farejadores, drones, helicópteros e são promovidas barreiras nas estradas, por exemplo.

No entanto, Lázaro segue solto.

Ao lado de elogios, o vídeo de Magda no helicóptero "atrás de Lázaro" também recebeu uma série de críticas. Diversos internautas consideraram que ela desrespeitou a polícia de Goiás e o esforço feito pelos agentes em campo à procura do homem.

Hoje, a deputada fez nova postagem afirmando que sua intenção não era criticar a polícia goiana, mas, sim, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e a "forma" que ele trata a corporação. Ela ressaltou a ajuda da população local para a alimentação dos policiais junto a um áudio que ela atribuiu a um comandante de Goiás sobre supostas insatisfações.

Magda Mofatto é entusiasta de armas e costuma postar vídeos de treinos nas redes sociais. Ela compartilha dos mesmos valores que a base do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Câmara dos Deputados, como o combate à legalização de drogas e a revisão do Estatuto do Desarmamento.

Magda já chegou, inclusive, a postar foto ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em Caldas Novas, uma de suas principais bases eleitorais.

Ontem, Bolsonaro postou vídeo em que diz que "Lázaro, no mínimo preso, é questão de tempo" e desejou boa sorte aos policiais. O presidente não se manifestou em relação às 500 mil mortes pela covid-19 no Brasil.

Cotidiano