PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
2 meses

Filósofo Roberto Romano morre por complicações da covid-19

Roberto Romano, professor de ética e filosofia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), morre por complicações da covid-19 - Wellington Ramalhoso/UOL
Roberto Romano, professor de ética e filosofia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), morre por complicações da covid-19 Imagem: Wellington Ramalhoso/UOL

Douglas Porto

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/07/2021 19h47

O filósofo Roberto Romano, de 75 anos, morreu hoje em São Paulo por complicações da covid-19. Ele foi internado em 11 de junho no InCor (Instituto do Coração) para tratamento da doença, segundo a instituição.

Seu quadro clínico agravou nas últimas semanas, o que ocasionou falência múltipla dos órgãos.

Romano se graduou em Filosofia na USP (Universidade de São Paulo), em 1973 e concluiu o doutorado na L'École des Hautes Études en Sciences Sociales, na França, em 1978.

Era professor titular aposentado de filosofia da Unicamp (Universidade de Campinas). Tinha como ênfase na pesquisa a Filosofia Ética e Política, além de História da Filosofia. Atuava nos campos da ética, democracia, ciência politica, crise universitária, crise politica, religião e universidade pública.

Cotidiano