PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Queimar estátua do Borba Gato foi ato 'criminoso', diz Fernando Holiday

Do UOL, em São Paulo

26/07/2021 12h57Atualizada em 26/07/2021 14h17

O vereador de São Paulo Fernando Holiday (Novo) criticou grupos que incendiaram a estátua do Borba Gato, na capital paulista, no último sábado (24), e classificou o ato como "vandalismo" e "criminoso".

Em participação no UOL News Tarde, o vereador afirmou que a retirada ou não de monumentos históricos da cidade deveria passar por uma discussão envolvendo a sociedade e o poder público.

Os paulistanos merecem participar da discussão sobre o destino dessas estátuas e dessas homenagens, e não foi o que aconteceu com esse verdadeiro vandalismo, esse ato criminoso que aconteceu na estátua do Borba Gato.
Fernando Holiday, em entrevista ao UOL News Tarde

Segundo o vereador, não se pode condenar figuras do passado sob o olhar dos dias de hoje. Para ele, por mais que Barba Gato e os bandeirantes tenham praticado atitudes repudiadas atualmente, tiveram uma grande contribuição no desenvolvimento paulista.

"São figuras que tiveram importância muito grande não só para o estado de São Paulo, mas para o país inteiro, e que não estavam submetidas à nossa lógica atual, à nossa legislação atual, e, por isso, a meu ver, essas homenagens a essas figuras ainda fazem algum sentido", declarou.

Questionado sobre homenagens a escravocratas e presidentes do período da ditadura militar em monumentos, ruas e avenidas, Holiday disse ser contrário, pois essas pessoas já viviam em um período que suas atitudes já eram condenadas pela sociedade.

"Figuras que foram atrozes e que viveram sob vigência da nossa moralidade, principalmente do século 19 para cá, não mereceriam ser homenageadas. Um escravocrata no final do século 19, próximo da abolição, era uma figura abominante, não faria sentido homenageá-la agora", afirmou.

Estátua deveria estar num museu, diz antropólogo

Para o antropólogo e colunista do UOL TAB, Michel Alcoforado, que participou do debate com Holiday no UOL News, a estátua do Borba Gato deveria estar num museu e não nas ruas.

Segundo ele, nos museus é possível contar a história desses personagens e o visitante julga se elas foram boas ou ruins. Porém, nas ruas, não há esse esclarecimento, e acaba se exaltando figuras com uma trajetória controversa.

"Não precisamos fazer ode a um passado que não faz mais sentido. Sugiro que construam um museu aos bandeirantes e lá coloque o Borba Gato", declarou.

Cotidiano