PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
5 meses

Sobe para 210 o número de mortos por chuvas em Petrópolis

Buscas continuam no Morro da Oficina mais de uma semana após a tragédia; local foi um dos mais afetados por temporal - Igor Mello/UOL
Buscas continuam no Morro da Oficina mais de uma semana após a tragédia; local foi um dos mais afetados por temporal Imagem: Igor Mello/UOL

Do UOL, em São Paulo

24/02/2022 09h45Atualizada em 24/02/2022 18h37

O número de mortes confirmadas após o temporal que atingiu Petrópolis há oito dias subiu para 210. Das vítimas, 40 são menores de idade, segundo boletim divulgado na manhã de hoje pela Polícia Civil do Rio.

Entre as pessoas mortas, há 124 mulheres e 86 homens. Foram identificados 203 corpos, com 194 liberados e entregues a funerária, cinco à disposição dos serviços funerários e quatro que ainda aguardam familiares para preenchimento da certidão de óbito.

Ainda segundo o boletim da polícia, sete corpos que não foram reconhecidos por familiares passam por coleta de DNA.

A reconstrução

O governo estadual autorizou, na sexta (18), gastos de R$ 150 milhões para obras emergenciais em cinco áreas prioritárias em Petrópolis, como a rua 24 de Maio, rodovia Washington Luiz, praça Conde D'eu e na rua Teresa, conhecida pelo comércio.

Ainda haverá trabalhos no Túnel Extravasor do Palatinado, que teve sua galeria rompida, interditando parcialmente algumas vias.

Um documento interno do Corpo de Bombeiros da última quinta (17), obtido pelo UOL, aponta a falta de materiais básicos para a atuação dos militares fluminenses no resgate de vítimas da tragédia em Petrópolis, na região serrana do Rio.

Cotidiano