PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Dupla 'sequestra' ônibus após assalto que terminou com militar morto no PA

Luciana Cavalcante

Colaboração para o UOL

13/05/2022 23h14Atualizada em 14/05/2022 10h37

Duas investidas contra ônibus de Belém (PA), na noite desta sexta-feira (13), resultaram em um cabo da Aeronáutica morto, 20 passageiros reféns e a principal saída da cidade interditada.

No assalto, o militar reagiu e foi morto pelos bandidos com um tiro na cabeça. Na tentativa de fugir, os dois assaltantes entraram em um segundo coletivo, onde fizeram os passageiros reféns. A polícia negociou a liberação dos 20 civis no interior do veículo, o que foi feito por volta das 23h20.

Nas imagens, divulgadas nas redes sociais pelos próprios passageiros — que ficaram com a posse de seus pertences — é possível ver que dois civis foram imobilizados por trás por dois homens armados, que dialogavam com as pessoas no interior do veículo.

De acordo com a polícia, as postagens nas redes sociais foram uma exigência dos próprios criminosos aos reféns, que também pediram para que eles escondessem o material do roubo realizado no primeiro ônibus.

O primeiro crime, segundo a Polícia Militar, foi registrado por volta das 20h40, na rodovia Pedro Álvares Cabral, bairro Sacramenta, envolvendo um coletivo que fazia a linha Marituba - Ver-o-peso.

"Dois bandidos anunciaram o assalto, um militar da Aeronáutica, que estava no ônibus, reagiu e foi morto a tiros. Na fuga, eles entraram em outro coletivo e passaram a ser acompanhados pela polícia", contou o comandante da 27º Batalhão PM, Tenente Cel. Mikel.

A vítima foi identificada como o cabo da Força Aérea Brasileira Jax Coelho Garcia, 39.

Na segunda investida, já no bairro Castanheira, na BR-316, um coletivo que fazia a linha Ananindeua - P. Vargas (Aurá) foi abordado pela dupla. Após o veículo ser interceptado pela polícia, os bandidos fizeram os passageiros reféns. Um grande congestionamento se formou na rodovia, que ficou interditada no sentido Ananindeua - Marituba.

Após cerca de duas horas e da libertação dos reféns, a dupla envolvida nos crimes foi detida e encaminhada à Delegacia de Homicídios de Belém. Celulares, carteiras e todo o material subtraído dos passageiros do primeiro ônibus foram apreendidos para devolução aos donos.

Cotidiano