PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Ministros do STJ batem palmas para idosa de 98 anos que comparece a sessão

Do UOL, em São Paulo

17/05/2022 18h07

Ministros da Terceira Turma do STJ (Supremo Tribunal de Justiça) votaram hoje um recurso especial envolvendo Maria Helena Carvalho Ramos Guimarães, de 98 anos. Após voto unânime a favor da idosa, a relatora do caso, Nancy Andrighi, chamou atenção para a presença de Maria Helena.

Como o julgamento ocorreu de forma virtual, a idosa acompanhou ao lado de seu advogado e podia ser vista no canto da tela. "Mas que emoção, que coisa linda. Dona Maria Helena, como vai a senhora? Os ministros estão mandando um abraço muito afetuoso", falou a relatora.

A idosa, então, respondeu: "Eu retribuo da mesma forma, com a bênção de Deus. Estou feliz de estar aqui". Os ministros presentes no julgamento aplaudiram Maria Helena por ter comparecido e pelo resultado favorável a ela.

Considerado pelos integrantes da Terceira Turma como um caso "peculiar", a senhora foi acusada de alienação de bem.

A relatora Nancy havia argumentado anteriormente que "não seria mais exigível a prestação de contas pelo juiz, tendo em vista se tratar de ato de alienação de bem praticado há 13 anos, pela inventariante que atualmente conta com 98 anos e que não reúne condições de informar todas as despesas adimplidas com a venda do imóvel".

Ao falar hoje com os ministros após ter seu recurso aprovado, Maria Helena reforçou: "Não desejei fazer mal a ninguém, senhora".

Cotidiano