Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Advogada tenta apartar briga de casal e acaba morta na frente de casa no RS

Ana Laura Borralho Borba, de 28 anos, foi morta à tiros enquanto defendia uma vítima de violência doméstica Imagem: Reprodução/ Redes Sociais

Pamela Bugnaro Malva

Colaboração para o UOL, de São Paulo

27/06/2022 18h15Atualizada em 28/06/2022 11h07

Uma mulher de 28 anos foi morta enquanto tentava apartar uma briga em Bagé (RS), na madrugada de ontem. Segundo informações da televisão local, o suspeito, de 26 anos, foi detido em flagrante e levado para um presídio estadual.

O crime ocorreu na avenida Marechal Floriano, depois que um casal começou a discutir na frente da casa da advogada Ana Laura Borralho Borba. Incomodadas com a situação, ela e outras três pessoas tentaram interromper a briga, de acordo com a RBS TV.

O homem envolvido no caso, que não teve a identidade divulgada, teria desaprovado a intromissão e partido para cima do grupo. Foi neste momento que, conforme registrado pelo boletim de ocorrência, Ana Laura entrou em casa e retornou com um revólver de calibre .38. Durante a confusão, no entanto, o homem envolvido na briga teria conseguido desarmar a advogada.

Com a arma de fogo em mãos, o homem disparou cinco tiros contra o grupo. Um dos projéteis atingiu Ana Laura, que morreu no local. Após a tragédia, o suspeito foi preso em flagrante e o caso foi encaminhado para a Deam (Delegacia da Mulher de Bagé).

Em vídeo enviado ao UOL, a delegada responsável, Daniela Barbosa de Borba, afirmou que a Deam já está investigando o caso.

Nós estamos com o inquérito instaurado, aguardamos laudos periciais, estamos ouvindo pessoas em cartório neste momento. Teremos dez dias para concluir este inquérito, já que o investigado está preso.
Daniela Barbosa de Borba, delegada

Em depoimento, Daniela ainda deixou claro que Ana Laura foi morta enquanto "tentava ajudar uma vítima de violência doméstica". Nesse sentido, a delegada informou que a Deam vai "dar continuidade à investigação da violência doméstica que deu início à tragédia que resultou na morte da jovem".

Diante do ocorrido, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Bagé emitiu um comunicado oficial em seu Facebook, manifestando "o mais profundo sentimento de consternação" pela morte de Ana Laura. Na nota, a subseção afirma que a advogada "sucumbiu no cumprimento do seu dever de cidadã em defesa de uma mulher vítima de violência doméstica", classificando o ocorrido como uma "perda irreparável para toda a sociedade".

De acordo com a Deam, a defesa do homem indiciado pelo crime será acompanhada pela Defensoria Pública de Bagé. O UOL fez contato com a instituição, para acionar o defensor escalado para o caso e verificar o posicionamento oficial sobre o crime, mas não obteve retorno até o momento.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Advogada tenta apartar briga de casal e acaba morta na frente de casa no RS - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Cotidiano