Conteúdo publicado há 2 meses

Defesa Civil alerta para novas chuvas e vento forte em parte do RS

A Defesa Civil emitiu um novo alerta de temporal para o Rio Grande do Sul.

O que aconteceu

Há previsão de chuvas e ventos forte na região metropolitana de Porto Alegre e no Norte e Nordeste do estado. O alerta é válido até as 14 horas de hoje.

A chuva deve ser acompanhada de raios e há risco de granizo. O volume de água pode causar alagamentos, diz a Defesa Civil.

Também há um alerta para inundações para ao menos 16 municípios da região metropolitana de Porto Alegre. Além da capital gaúcha estão na lista: Barra do Ribeiro, Canoas, Cachoeirinha, Charqueadas, Eldorado do Sul, Gravataí, Guaíba, Montenegro, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Pareci Novo, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Taquara, Triunfo.

Nem todos os locais serão atingidos da mesma forma, explica a Defesa Civil. "Áreas mais altas não serão afetadas com a mesma intensidade. Quem mora em áreas mais baixas deve buscar abrigo em locais seguros".

Áreas do entorno do rio Uruguai, na fronteira com a Argentina, também são monitoradas. São dois trechos em risco: um vai da tríplice fronteira entre Brasil, Uruguai e Argentina até São Borja; já o outro vai de Garruchos até Porto Mauá.

Cerca de 707.190 pessoas em 332 municípios foram afetadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul, segundo a Defesa Civil. No centro histórico de Porto Alegre, comércios e casas continuam alagados. No sábado (4), os acessos ao Aeroporto Internacional Salgado Filho foram bloqueados pela água. Em Canoas, a elevação rápida do Rio dos Sinos deixou famílias ilhadas e fechou hospitais.

Segundo boletim da Defesa Civil, são 66 mortos pelas chuvas, 101 desaparecidos e 155 feridos. Números ainda podem "crescer exponencialmente", afirmou o governador Eduardo Leite (PSDB).

O nível do Guaíba chegou a 5,30 metros de altura às 7h de hoje, segundo dados da ANA e SEMA. Às 10h, o Guaíba teve um pequena redução, para 5,28 metros. O rio deve ficar acima dos 4 metros por 5 a 10 dias, estimou a Defesa Civil.

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes