Conteúdo publicado há 25 dias

Adolescentes reviram túmulo no Paraná e fazem piada em cemitério

Três adolescentes são investigadas por revirar um túmulo no município de Piraquara (PR), na região metropolitana de Curitiba. A gravação do crime, feita por elas mesmas, foi enviada à Polícia Civil na última quinta-feira (20).

O que aconteceu

No vídeo, que circula nas redes sociais, elas aparecem retirando o corpo do túmulo. "Olha a cabeça", diz uma das adolescentes. Elas debocham e mexem no corpo, enquanto ele está caído no chão.

Adolescentes têm entre 14 e 17 anos e foram identificadas uma hora após a polícia tomar conhecimento do crime, informou a Polícia Civil. A delegada Juliana Cordeiro afirmou que os pais das garotas já tinham conhecimento sobre o caso quando foram contatados pela polícia. Todos prestaram depoimento na sexta-feira (21).

Elas responderão por ato infracional análogo ao crime de vilipêndio de cadáver. O UOL buscou o Conselho Tutelar para saber se o caso é acompanhado pelo órgão e aguarda retorno sobre o assunto.

Caso foi encaminhado à Vara da Infância e da Juventude de Piraquara. A informação foi dada ao UOL pela polícia neste domingo (23). Agora, a Justiça deve decidir quais medidas socioeducativas as garotas deverão cumprir.

Vilipêndio de cadáver. Tipificado no artigo 212 do Código Penal Brasileiro, o vilipêndio de cadáver consiste em "menosprezar, ultrajar, tratar com desprezo ou sem o devido respeito" um cadáver ou as cinzas de uma pessoa.

O crime prevê pena de um a três anos de detenção para adultos. Como as garotas têm menos de 18 anos, elas cumprirão medidas socioeducativas, que variam de advertência até internação em estabelecimentos educacionais.

Deixe seu comentário

Só para assinantes