! Israel abrirá escritório de Turismo no Brasil ainda este ano - 02/03/2006 - EFE - Economia
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


02/03/2006 - 10h50
Israel abrirá escritório de Turismo no Brasil ainda este ano

Jerusalém, 2 mar (EFE).- Israel abrirá neste ano um escritório de turismo no Brasil, o primeiro em toda a América Latina, para satisfazer a crescente demanda de peregrinos desse país que visitam a Terra Santa, informou hoje à EFE um porta-voz ministerial.

"Temos a intenção de abrir o escritório durante ste ano, embora por enquanto não tenhamos uma data definida", disse o porta-voz, Jonathan Pulitz, que ressaltou o número de peregrinos brasileiros que visitaram Israel em 2005.

Segundo as estatísticas do Governo israelense, no ano passado 19.764 brasileiros visitaram o país, 73% a mais que em 2004 .

A maioria é composta por peregrinos cristãos da cada vez mais influente comunidade evangélica, que sentem não só um vínculo muito especial com os lugares santos cristãos mas também com o Estado de Israel.

Pulitz explicou que o novo escritório de representação terá sua sede no Rio de Janeiro ou em São Paulo, mas que ainda não há uma decisão com relação ao local. O Rio de Janeiro, contudo, é considerado mais apropriado.

Em 2004, em plena crise turística em Israel devido à Intifada de Al-Aqsa, a governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Matheus, evangélica, visitou o país com seu marido, Anthony Garotinho, com o objetivo de apoiar o turismo bilateral e outros campos de cooperação.

Essa visita representou o ponto de partida para uma série de projetos bilaterais.

O escritório no Brasil também atenderá os visitantes das comunidades judaicas do Brasil e da Argentina, as duas mais numerosas da América Latina com 150.000 e 200.000 pessoas, respectivamente.

"O potencial na América do Sul é maior de peregrinos (cristãos) do que das comunidades judaicas", afirmou há poucos dias Ari Marom ao jornal "Jerusalem Post".

Segundo este funcionário, entre 80% e 90% dos cerca de 70.000 turistas latino-americanos que visitaram Israel no ano passado eram peregrinos cristãos, e o resto empresários e turistas judeus.

A abertura de um escritório de representação no Brasil coincidirá com a de outro em Atlanta (EUA) com o mesmo objetivo, estreitar os vínculos com as comunidades evangélicas.

No caso da América Latina, o Governo israelense também procura encorajar o estabelecimento de vôos diretos com o continente, agora inexistentes.

Só vôos fretados em ocasiões especiais, como por exemplo durante o Carnaval do Rio, ligam diretamente a América do Sul e Israel tornando muito mais curto um trajeto que hoje em dia passa obrigatoriamente por capitais européias ou da América do Norte.