! Dilma exonera ex-funcionária de confiança de José Dirceu - 19/07/2005 - Valor Online
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


19/07/2005 - 10h09
Dilma exonera ex-funcionária de confiança de José Dirceu

BRASÍLIA - Funcionária de confiança do ex-ministro José Dirceu e amiga de quase 30 anos do ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, Sandra Rodrigues Cabral foi exonerada, ontem, da Casa Civil e dispensada do Conselho de Administração dos Correios. Sandra confirmou à imprensa, no fim do mês passado, que recebeu o publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza em seu gabinete no Palácio do Planalto " por três, quatro ou cinco vezes " para tratar de uma eventual candidatura de Delúbio Soares a deputado federal.

O Conselho de Administração dos Correios tem cinco membros e se reúne mensalmente para aprovar empréstimos, contas e ações estratégicas. Dos cinco integrantes, quatro são indicados pelo Ministério das Comunicações e um pelo Planejamento. Sandra foi indicada pela Casa Civil na cota do Ministério das Comunicações.

É prática comum na Casa Civil que alguns de seus integrantes ocupem cargos nos conselhos de companhias estatais para representar o governo. Esses postos nas estatais funcionam como complemento de remuneração para os servidores que ocupam os cargos de confiança. Sandra recebia R$ 1.787,85 dos Correios.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) informou, por meio de sua assessoria, que não tem como responder sobre a saída de Sandra Cabral, porque representa uma decisão política do governo.

O Ministério das Comunicações disse que a iniciativa de retirar Sandra da estatal partiu da Presidência da República. O ministro Hélio Costa apenas assinou a dispensa por se tratar dos Correios, estatal subordinada à pasta. Já a exoneração de Sandra da Casa Civil foi assinada pela ministra-chefe, Dilma Rousseff.

A situação da assessora começou a ficar insustentável depois que ela confirmou os contatos com Valério com quem, segundo ela, foram discutidas " algumas banalidades " nos encontros com o publicitário. Sandra disse conhecer Delúbio há 29 anos. Ambos são de Goiânia.

A saída de Sandra confirma a linha adotada por Dilma Rousseff de exonerar os funcionários de confiança do ex-ministro José Dirceu para montar a sua equipe. Ela já havia exonerado o então secretário-executivo Swedenberger Barbosa e o subchefe para Assuntos Jurídicos, José Antonio Dias Toffoli.

(Juliano Basile e Taciana Collet | Valor Econômico)