! Azaléia anuncia saída da República Tcheca e reforço na Argentina - 31/08/2005 - Valor Online
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


31/08/2005 - 19h26
Azaléia anuncia saída da República Tcheca e reforço na Argentina

SÃO PAULO - A fabricante de calçados Azaléia se prepara para vender a participação acionária em sua subsidiária na República Tcheca e, ao mesmo tempo, negocia o aumento da presença da empresa na Argentina. As decisões, tomadas há duas semanas pelo conselho de administração e anunciadas na terça-feira ao mercado, fazem parte da estratégia da calçadista de se tornar líder no mercado da América Latina.

De acordo com o diretor da empresa, Paulo Santana, a Azaléia decidiu se desfazer da participação na subsidiária tcheca que comercializa principalmente os produtos da marca Olimpikus. "A nossa experiência no mercado tcheco é muito boa e a Olimpikus tem boa participação no segmento esportivo. Com essa consolidação, acreditamos que o nosso sócio tem condições de atuar sozinho", disse o executivo, ao destacar que os produtos continuarão a ser vendidos naquele país.

O executivo afirma que as ações da brasileira na subsidiária devem ser negociadas, provavelmente, com base no valor do patrimônio líquido equivalente à participação acionária. A negociação, no entanto, ainda está em curso entre a Azaléia e o sócio local Pavel, disse.

Presença mais forte na Argentina

Já no mercado argentino, que já conta com um representante da empresa, a Azeléia decidiu atuar com mais força e deve abrir filial ou comprar a participação acionária em uma empresa local. Santana disse ao Valor Online que a idéia do conselho administrativo é "incrementar e investir mais na Argentina".

Uma das possibilidades é aproveitar a estrutura da Imexca, importadora e distribuidora dos produtos da brasileira na Argentina e Uruguai. A Azaléia poderia, segundo o diretor da empresa, fazer uma parceria e se tornar sócia da empresa com sede no Uruguai. Se confirmado, o modelo nos países vizinhos seria parecido com o existente até então na República Tcheca.

Procurada pela reportagem, a Imexca se limitou a informar que "a diretoria está fora do Uruguai e deve retornar apenas na próxima semana".

(Fernando Nakagawa | Valor Online)