! Friboi amplia linha de produtos e avança sobre mercado da Unilever - 26/12/2005 - Valor Online
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


26/12/2005 - 14h55
Friboi amplia linha de produtos e avança sobre mercado da Unilever

SÃO PAULO - O Friboi - maior frigorífico de bovinos do país - avança rápida e silenciosamente sobre o terreno da Unilever, multinacional com o maior portfólio de higiene e limpeza do Brasil. A companhia - que estreou no setor há mais de 20 anos com um modesto sabão em pedra apenas para aproveitar o sebo do boi - agora acelera o projeto estendendo a linha de produtos.

A empresa passou a ter desde xampus e condicionadores até artigos de limpeza pesada e tira manchas de roupas, área dominada pela americana Reckitt Benckiser. Em 2006, promete ser ainda mais agressiva e, segundo fontes do setor, poderá entrar na guerra do sabão em pó. Com isso, cutucará o todo-poderoso Omo, da Unilever, e o não menos importante Ariel, o sabão em pó da Procter & Gamble mais vendido no mundo. Estudaria, também, aterrissar no ramo de palha de aço, disputado pela Assolan e pela Bombril.

A diversificação do Friboi, porém, atinge mais fortemente a Unilever, que tem a liderança na maioria dos produtos de higiene e limpeza. Ainda que a entrada nesses dois importantes mercados esteja apenas no plano das intenções, o Friboi já é a empresa nacional com maior atuação nos segmentos de beleza e limpeza. As demais são multinacionais.

A agência de publicidade DM9DDB acaba de assumir a conta para as áreas de beleza e higiene do Friboi, que antes estava sob os cuidados da Lew Lara - que agora tem somente o institucional. E prepara uma ampla ofensiva na mídia. Um orçamento de R$ 100 milhões já teria sido foi aprovado, embora o valor não seja confirmado pelo diretor comercial da empresa, Moacir Sanini. " Não será uma verba tão grande " , diz. O executivo afirma que a meta da empresa é se concentrar nos lançamentos dos produtos. O marketing deverá ter um apelo mais emocional, justamente para se aproximar do consumidor.

A Unilever não está parada diante do avanço da concorrência. O ano de 2005 foi decisivo para a multinacional anglo-holandesa, que renovou as duas principais marcas de beleza, o sabonete Lux e o xampu Seda. " O relançamento de Lux foi o mais inovador dos últimos dez anos " , disse Fábio Prado, vice-presidente de higiene e beleza da Unilever no balanço de fim de ano da companhia.

A marca de sabonete, que sempre teve estrelas como garotas-propagandas, voltou a ter o sobrenome " luxo " . E, para reforçar os ares de sofisticação, ganhou novos perfumes e ingredientes mais elaborados. Também passou a ser vendido em caixinha, o que tornou o mais premium.

A empresa, porém, não quer correr o risco de mexer na estratégia que sempre manteve um Lux - comercializado em mais de 100 países - um campeão de vendas. No mundo, o produto fatura mais de ? 1 bilhão. " A proposta é manter o preço inferior a R$ 1,00 " , diz Prado. A linha Seda, que também atua no segmento intermediário de preços, ganhou versões para as diferentes cores de cabelos. Ambas as reformulações receberam amplo investimento em mídia.

O Friboi ganhou espaço no mercado e incomodou a concorrência justamente por oferecer produtos com preços mais baixos. O seu sabonete Albany, que nasceu com versões exclusivas para homens e outra apenas para mulheres, compete diretamente com o Lux - bem mais antigo e que detém mais 30% do mercado de sabonetes.

A Unilever também reformulou toda a linha de sabão em pó. Além de transferir as marcas para uma caixinha horizontal, quer aproveitar a força do Omo e do Comfort para criar um super sabão em pó. A empresa já contabilizava uma experiência bem-sucedida com o sabão Surf, que foi misturado ao amaciante Fofo.

As mudanças se deram em um ano que a Assolan, do ex-dono da Arisco João Alves de Queiroz Filho, deixou de ser uma simples fabricante de lã de aço e também estendeu a linha de produtos de limpeza. A grande sacada foi criar o sabão em pó Assim.

(Valor Econômico)