! Contra César Maia, Garotinho declara voto em Heloísa Helena - 28/07/2006 - Valor Online
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


28/07/2006 - 08h40
Contra César Maia, Garotinho declara voto em Heloísa Helena

RIO - Crítico dos governos do PT e do PSDB, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PMDB) optou por sair pela tangente no primeiro turno das eleições presidenciais. Após comício de apoio a Geraldo Pudim, candidato a deputado federal pelo PMDB, no município fluminense de São Fidélis, Garotinho declarou seu voto na senadora Heloísa Helena (P-SOL). Integrantes do PMDB garantem que o apoio, mesmo que informal, é uma estratégia de Garotinho para fazer frente ao prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL).

O candidato do PSDB à presidência da República, Geraldo Alckmin, tem enfrentado dificuldades para se articular politicamente no Estado, uma vez que os desentendimentos entre Maia e o ex-governador fluminense têm dificultado uma aproximação com o PMDB local. O grupo do prefeito Cesar Maia, que apóia o candidato tucano ao Palácio do Planalto, reage com agressividade a esse " namoro " , que o prefeito classifica como " o beijo da morte " .

Só para se ter uma idéia, as intenções de votos dos dois candidatos a governador alinhados com Alckmin - Denise Frossard (PPS) e Eduardo Paes (PSDB) - somados, de acordo com os dados da última pesquisa Ibope, chegam a 10%. Sérgio Cabral, candidato do PMDB apoiado por Garotinho, por sua vez, lidera a pesquisa com 39% das intenções de voto, seguido pelo senador Marcelo Crivella (PRB), com 17% da preferência dos eleitores.

" Se o candidato dele (Cesar Maia) é o Alckmin, a gente vai fazer de tudo para derrotá-lo, nem que isso signifique ter de votar na senadora Heloísa Helena " , disse ao Valor um integrante do PMDB que pediu para não ser identificado.

Parlamentares da legenda contam que em vários comícios os militantes já gritam o nome da senadora alagoana para presidente da República. A pesquisa Ibope revelou que no Estado, a Heloísa Helena aparece em segundo lugar, com 19% das intenções de voto. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está na frente, com 39%.

Ao discursar para aproximadamente cinco mil pessoas, no comício em São Fidélis, Garotinho declarou apoio a Francisco Dornelles (PP) ao Senado, Geraldo Pudim para a Câmara dos Deputados e Sérgio Cabral para o governo do Estado. Quando questionado pelo presidente da Câmara de Vereadores do município, Carlos Rogério, em quem votaria para presidente da República, Garotinho afirmou: " Em Heloísa Helena " .

De acordo com os participantes do evento, o ex-governador fluminense disse que não irá se envolver diretamente na candidatura da senadora alagoana. Acrescentou, ainda, que não concorda com a política neoliberal do PSDB e disse mais uma vez que sua pré-candidatura à presidência da República foi vendida ao PT pela ala governista de seu partido. A assessoria de imprensa do candidato nega as informações. A senadora Heloísa Helena não retornou as ligações do Valor. A candidata esteve ontem em Belo Horizonte, fez caminhada pelo centro da cidade e teve encontros com movimentos sociais e sindicais. Ela queixou-se dos que falam em tom caricatural sobre sua campanha e disse que mesmo o voto de protesto é bem-vindo.

(Janaina Vilella | Valor Econômico)