! Anac diverge de juiz Ayoub e quer redistribuir rotas ociosas da Varig - 17/08/2006 - Valor Online
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


17/08/2006 - 10h01
Anac diverge de juiz Ayoub e quer redistribuir rotas ociosas da Varig

RIO - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) manteve sua intenção de redistribuir para outras empresas aéreas as rotas da Varig que não constam na primeira fase da malha de vôos enviada pela nova controladora da empresa aérea, a VarigLog. Segundo a agência reguladora, as rotas não previstas na primeira etapa do plano "não se prestam à certificação" e devem ser "imediatamente retomadas".

Tal posição da Anac diverge do entendimento do juiz Luiz Roberto Ayoub, responsável pela recuperação judicial da Varig, de manter a concessão das rotas não utilizadas durante 30 dias após a nova Varig receber autorização de empresa de transporte aéreo do órgão regulador.

A Anac contesta o fato de a nova Varig ter apresentado um plano dividido em três fases e não em uma única etapa. "A Anac não pode acatar um entendimento que mantenha a reserva de mercado e dê continuidade à situação de prejuízo aos usuários", diz nota da agência.

Antes de ser vendida, a Varig tinha a concessão para operar 272 vôos, mas a primeira fase da malha apresentada pelos novos donos da companhia abrange apenas 124 vôos para dez destinos domésticos e três internacionais, com o uso de 18 aeronaves. Na terceira fase, o plano contempla a operação de uma frota de 80 aviões. A previsão para a entrada em operação de toda a frota, entretanto, não foi divulgada pela nova Varig.

(Ana Paula Grabois | Valor Online)