! Ministro promete dar caixa conversora de TV digital a quem não puder pagar - 23/08/2006 - Valor Online
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


23/08/2006 - 13h53
Ministro promete dar caixa conversora de TV digital a quem não puder pagar

SÃO PAULO - O ministro das Comunicações, Hélio Costa, afirmou que a pasta já fez os cálculos que mostram que a caixa conversora usada na transição do modelo analógico para a TV digital (set top box) poderá ser financiada por R$ 7. " Se o usuário não tiver nem isso, o governo dará a caixinha " , afirmou Costa, em palestra na abertura da Broadcast & Cable. Segundo ele, " ninguém vai ficar de fora " do acesso ao equipamento.

Questionado se a possibilidade não criaria um problema para o governo financiar essa compra, já que muitas pessoas poderiam alegar falta de condições para pagar, o ministro explicou que " esse é um procedimento para três, quatro, cinco anos, a exemplo do que foi feito em Berlim " , quando um pequeno grupo alegou falta de condições para adquirir o conversor e o governo alemão, na véspera do início da transmissão digital, decidiu doar o equipamento.

" Evidentemente o governo vai fazer tudo para tornar o equipamento acessível " , reiterou, entretanto, o ministro. Mas a escolha daqueles que serão contemplados com uma possível doação vai acontecer após " uma seleção rigorosíssima que daqui para a frente vai ser feita " , disse ele. A Samsung, por exemplo, já afirmou ter condições de produzir o conversor a US$ 42, de acordo com o ministro.

O programa Bolsa Família, por exemplo, que concede benefícios de R$ 15 a R$ 95 a famílias com renda mensal de até R$ 120, engloba um universo de 12 milhões de famílias, segundo dados do próprio governo.

Sobre a inclusão do set top box entre os itens beneficiados pela Lei de Informática, o que permitiria a sua produção em larga escala por empresas de todo o país - e não apenas da Zona Franca de Manaus - Costa afirmou que " essa é uma questão que não vai ser decidida agora " . Segundo ele, antes disso deve ser feita a criação do Fórum de TV digital, o que deve acontecer nas próximas semanas " e o Fórum é que deve tomar essa decisão " , acrescentou.

" Essa não é uma decisão do ministério das Comunicações, nem do ministério do Desenvolvimento, mas pode ser uma decisão direta do presidente da República " , afirmou.

(Taís Fuoco | Valor Online)