! Na CPI da Varig, executivo promete frota de 28 aviões e diz que sede vai mudar para São Paulo - 20/09/2006 - Valor Online
UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA


Últimas Notícias


20/09/2006 - 19h41
Na CPI da Varig, executivo promete frota de 28 aviões e diz que sede vai mudar para São Paulo

RIO - O executivo Marco Antonio Audi, presidente do Conselho de Administração da VarigLog, controladora da Varig, prometeu uma frota de 28 aviões e disse que a sede operacional da empresa será transferida do Rio para São Paulo. As declarações foram dadas em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que investiga a venda da Varig. Ele afirmou também que a empresa pretende recontratar 4,5 mil demitidos da Varig. "A recontratação dos funcionários demitidos é a nossa prioridade. Pretendemos aumentar a nossa frota de 15 para 28 aviões, o que geraria mais de 3 mil empregos", disse.

Audi disse aguardar as autorizações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para comprar 14 aviões. "Apesar de termos cumprido com todas as obrigações previstas do edital do leilão, a Anac ainda não agilizou o primeiro dos três passos necessários à plenitude da Volo do Brasil. Temos 14 aviões em fase final de negociação para a compra e que dependem deste primeiro passo", disse.

A parte operacional da Varig foi vendida à VarigLog, controlada pela Volo, em 20 de julho. Desde então, a empresa aguarda três concessões da Anac: uma autorização de registro jurídico para a Aero Transportes Aéreos, o certificado de homologação de empresa de transporte aéreo e a concessão de empresa aérea. A CPI foi instalada no dia 6 e tem como objetivo apurar denúncias de irregularidades no processo de venda da companhia feitas por funcionários da Varig aos parlamentares.

(Valor Online)