UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA

06/10/2006 - 14h12

Bombardier vende 36 jatos CRJ900 para Northwest, que comprou outros 36 da Embraer no mesmo dia

SÃO PAULO - A fabricante canadense de aviões Bombardier anunciou ontem a compra de 36 unidades de seu modelo CRJ900 pela norte-americana Northwest Airlines. O negócio foi fechado no mesmo dia em que a companhia aérea assinou contrato para comprar 36 aviões equivalentes, modelo EMB 175, da brasileira Embraer, maior concorrente da canadense.

Pelo preço de tabela, o valor da compra anunciada ontem é de US$ 1,35 bilhão. Segundo a Bombardier, a Northwest ainda contratou opções para a compra de mais 96 aeronaves do modelo. Caso sejam exercidas essas opções, o valor total do negócio atingirá US$ 5,18 bilhões por todos os 132 aviões.

Pelo negócio, o avião será entregue na configuração de duas classes, com 12 assentos de primeira classe e 64 na econômica. O avião tem capacidade máxima para transportar 90 passageiros e alcance de até 3385 km.

Segundo a Bombardier, além da compra e da aquisição das opções, a Northwest anunciou também que manterá em operação todos os seus 141 aviões modelos CRJ200 e CRJ440, fabricados pela canadense. Eles são operados pela subsidiária Northwest Airlink.

De acordo com dados da Bombardier, a Northwest é a 10ª companhia a adquirir o CRJ900 desde sua estréia no mercado, em 2003. Até o fim de julho deste ano, fabricante canadense tinha em carteira 102 pedidos firmes do modelo, dos quais 59 já haviam sido entregues. A companhia não informou quando começa a entregar seus aviões à empresa aérea dos EUA.

O EMB 175, também comprado pela Northwest, tem capacidade para transportar até 86 passageiros e autonomia de 3334 km. Seu preço de tabela é de US$ 30 milhões.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Shopping UOL