UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA

13/10/2006 - 14h47

Airbus já assumiu cerca de US$ 266 milhões em compensações por atraso no programa A380

SÃO PAULO - A Airbus já assumiu cerca de US$ 266 milhões em compensações pelos atrasos no programa do superjumbo A380. Além disso, deve enfrentar outros pedidos, por conta da nova mudança no prazo de entrega, anunciada na semana passada.

A Singapore Airlines, que deve ser a primeira empresa a receber o avião quando ele finalmente entrar em operação, pediu compensações duas vezes. Estima-se que, pelo atraso na entrega das dez unidades que encomendou, a companhia aérea receberá até US$ 189 milhões.

Já a australiana Qantas Airways, que comprou 12 A380, calcula em US$ 77 milhões as compensações a que tem direito pelo atraso da Airbus.

A Air France-KLM, que fez pedido por dez unidades do superjumbo, informou que já está negociando com a Airbus a compensação financeira que merece. Por conta do novo atraso, a companhia só receberá seu primeiro A380 no começo de 2009.

No total, a Airbus tem 159 pedidos firmes do A380, feitos por 16 clientes. O primeiro atraso foi anunciado em junho de 2005, o segundo em julho deste ano e o último, na semana passada, no dia 9 de outubro.

Essas demoras já custaram a cabeça de três executivos: dois executivos-chefe da Airbus e um co-executivo-chefe da EADS, a empresa controladora da fabricante de aviões.

(José Sergio Osse | Valor Online, com agências internacionais)

Shopping UOL