UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA

19/12/2006 - 13h57

Morre o cartunista Joseph Barbera, criador de Fred Flintstone, Tom, Jerry e Scooby-Doo

SÃO PAULO - O cartunista Joseph Barbera criador, em parceria com William Hanna, de clássicos da animação, morreu ontem aos 95 anos. Segundo sua mulher, Sheila, ele morreu em casa, de causas naturais.

Barbera iniciou sua carreira trabalhando com Hanna na criação e animação dos famosos gato e rato do desenho "Tom & Jerry", para os estúdios MGM, na década de 1950. A partir daí, os dois criaram a Hanna-Barbera e, de lá para cá, deu vida a alguns dos mais famosos desenhos animados do mundo. A lista, gigantesca, inclui "Os Flintstones", "Zé Colméia", "Scooby Doo", "Os Jetsons", entre outros.

"Os personagems que ele criou com seu falecido parceiro, William Hanna, não são apenas estrelas animadas, mas também uma parte muito querida da cultura pop americana", disse o presidente e executivo-chefe da Warner Brothers, Barry Meyer.

Barbera nasceu e foi criado no Brooklin, en Nova York e começou sua carreira no setor financeiro. Seus desenhos amadores, porém, rapidamente se tornaram a matéria prima de cartoons que eram publicados pela revista Collier´s. Daí para a animação foi um passo.

O encontro com Hanna foi na MGM. Seu primeiro trabalho com o parceiro foi em 1937, em uma animação chamada "Puss Gets the Boot" (algo como "bichano apanha feio"), que levou à criação dos personagens Tom e Jerry.

A parceria de 17 anos na série de desenhos sobre o gato e o rato rendeu a eles sete oscars e 14 nomeações no total.

Depois disso, os dois saíram da MGM para criar os Estúdios Hanna-Barbera, em 1957, onde deram vida à maioria de seus personagens de sucesso.

Eles foram os primeiros a produzir desenhos animados de mais de seis minutos, máximo para a época.

Nas décadas seguintes, a companhia produziu mais de 300 séries de desenhos animados, num total de mais de 3000 horas de programação.

Um dos maiores sucessos da dupla foi a série "Scooby Doo", sobre um cachorro que adora comer e ajuda um grupo de adolescentes a desvendar crimes misteriosos. Essa foi a série animada de maior longevidade da história, permanecendo no ar por 17 anos desde 1969, quando foi lançada.

"Eles eram capazes de criar séries animadas de altíssima qualidade para a televisão", afirma o ator Casey Kasem, que fazia a voz do companheiro de Scooby-Doo, Salsicha, na versão inglesa da série.

"É um legado que ele (Barbera) tenha tocado tantas pessoas em todo o mundo com o que eu chamo de mágica. Eles simplesmente produziam um grande desenho atrás do outro", completou.

Após a morte de William Hanna, em 2001, Joseph Barbera permaneceu em atividade como produtor executivo da Warner Brothers Animation em séries de TV inspiradas em seus personagens, como "What's New, Scooby-Doo?" ("O que há de novo, Scooby-Doo?") e "Tom and Jerry Tales" ("contos de Tom e Jerry").

(José Sergio Osse | Valor Online, com agências internacionais)

Shopping UOL