UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA

21/03/2007 - 11h42

Taxa de investimento fica menor entre 2000 e 2005 na nova série do IBGE

RIO - O novo cálculo das contas nacionais causou uma diminuição na taxa de investimento da economia entre os anos de 2000 a 2005. O presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Eduardo Nunes, explicou que houve essa queda porque o Produto Interno Bruto (PIB) em valores aumentou a uma velocidade maior do que o investimento.


Ele notou que a principal razão para essa menor taxa de crescimento dos investimentos foi a revisão para baixo do setor da construção civil. Em 2005, por exemplo, esse ramo tinha um peso de 6,9% no PIB e passou para 5,2% na nova série.


Em 2005, a taxa de investimento, que era de 19,9%, ficou em 16,3% do PIB. Em 2004, saiu de 19,6% para 16,1%. Em 2003, a taxa baixou de 17,8% para 15,3%. Em 2002, em vez de 18,3%, situou-se em 16,4%. Em 2001, por sua vez, correspondeu a 17% e não 19,5% como constava da metodologia antiga. Por fim, em 2000, a taxa equivaleu a 16,8% ante 19,3% da série anterior.


"A redução da importância econômica da construção civil combinada com o aumento do PIB em valores foram as principais responsáveis pela redução da taxa de investimento", afirmou Nunes.


(Ana Paula Grabois | Valor Online)

Mais
Leia outras notícias em UOL Economia

Shopping UOL