UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Especial Enem

24/08/2007 - 00h00
Antes de fazer o Enem, saiba o que é texto

Paulo Ramos*

Este artigo vai chegar na questão da imagem. Antes, é necessário responder a esta pergunta: o que é texto?

A questão pode até parecer meio óbvia, mas a resposta dela tem tudo a ver com a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que será realizada no próximo domingo.

A interpretação mais difundida é que o texto se restringe ao universo das palavras escritas. Mas já faz tempo, pelo menos uns 20 anos, que esse conceito foi alargado.

Hoje já se percebe que o texto é o resultado de uma série de fatores. O que é lido se soma ao contexto em que foi produzido, aos conhecimentos que o leitor tem, à pessoa para quem é aquela informação é produzida.

Traduzindo isso em um exemplo. Imagine uma palavra como "fogo". O que significa? A tendência é recorrer logo aos dicionários. O "Aurélio" registra o termo com os sinônimos "chama", "labareda", "combustão".

O dicionário está corretíssimo. Dentro de determinado contexto, o sentido é esse mesmo. Agora, e se a mesma palavra fosse gritada no meio de um baita incêndio. "Fogo!" Teria o mesmo sentido?

Claro que haveria um fogaréu por todos os lados, mas, dentro desse nova situação, o termo significa fuga, busca pela saída mais próxima, salve-se quem puder. Enfim, "fogo!"

Imagine agora que alguém diga, após a prova do Enem, que o exame foi "fogo". Evidentemente, o teste não entrou em combustão. A expressão, bastante coloquial no país, indica que as questões foram difíceis, complicadas de resolver. (Vamos torcer para que isso seja apenas um exemplo).

Esse raciocínio, aplicado à palavra "fogo", vale também para o texto, formado por várias frases e parágrafos. O importante é compreendê-lo e entender os motivos -contextuais, que envolvem tanto produtor quanto leitor- que construíram o sentido.

Não é por acaso que as questões do Enem priorizam, já há um bom tempo, o entendimento de textos. E não só textos verbais escritos, formados por palavras. O exame do governo federal inclui acertadamente no conceito de texto o elemento visual.

Leia mais:
  • Um ponto esquecido do Enem: a leitura da imagem

    *Paulo Ramos é jornalista, professor universitário e doutor em Língua Portuguesa pela USP. Ele é também consultor de português do grupo Folha/UOL.