PUBLICIDADE
Topo

Álvaro Dias cresce e tem 44% das intenções de voto em Natal, aponta Ibope

Prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB) é candidato à reeleição e tem 44% das intenções de voto - Reprodução/Facebook
Prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB) é candidato à reeleição e tem 44% das intenções de voto Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

26/10/2020 19h54Atualizada em 26/10/2020 20h57

Candidato à reeleição em Natal, Álvaro Dias (PSDB) tem 44% das intenções de voto e lidera com boa diferença a disputa eleitoral, segundo aponta pesquisa Ibope divulgada hoje. Na pesquisa anterior, de 6 de outubro, o atual prefeito tinha 33%.

Atrás dele, vêm Kelps (Solidariedade) e Delegado Leocádio (PSL), com 7% cada um.

Como a margem de erro é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos, Kelps e Leocádio estão tecnicamente empatados em segundo lugar com outros seis candidatos: Hermano Morais (PSB) e Senador Jean (PT), ambos com 5%; Coronel Azevedo (PSC) e Coronel Hélio Oliveira (PRTB), 2%; e Carlos Alberto (PV) e Rosália Fernandes (PSTU), 1%.

Brancos e nulos somaram 17%. Já 9% preferiram não responder ou disseram não saber em quem votariam.

Confira as porcentagens que cada candidato obteve no levantamento:

  • Álvaro Dias (PSDB): 44%
  • Kelps (Solidariedade): 7%
  • Delegado Leocádio (PSL): 7%
  • Hermano Morais (PSB): 5%
  • Senador Jean (PT): 5%
  • Coronel Azevedo (PSC): 2%
  • Coronel Hélio Oliveira (PRTB): 2%
  • Carlos Alberto (Beto) (PV): 1%
  • Rosália Fernandes (PSTU): 1%

Fernando Freitas (PCdoB), Afrânio Miranda (Podemos) e Nevinha Valentim (PSOL) não chegaram a 1%. Já Jaidy Oliver (DC) não foi citada por nenhum entrevistado.

Fernando Pinto (Novo), que aparecia na primeira pesquisa, desistiu da candidatura em 16 de outubro.

    Rejeição

    Delegado Leocádio é atualmente o candidato mais rejeitado, com 30% dos eleitores dizendo que não votariam no representante do PSL de jeito nenhum. Kelps (Solidariedade) e Senador Jean (PT), com 18%, Hermano Morais (PSB), 17%, e Coronel Azevedo (PSC), 14%, aparecem logo em seguida.

    Apenas 1% dos participantes disse que poderiam votar em todos os candidatos. Os que não souberam ou não quiseram responder somaram 24%.

    Neste quesito, as porcentagens de cada candidato foram:

    • Delegado Leocádio (PSL): 30%
    • Kelps (Solidariedade): 18%
    • Senador Jean (PT): 18%
    • Hermano Morais (PSB): 17%
    • Coronel Azevedo (PSC): 14%
    • Álvaro Dias (PSDB): 13%
    • Rosália Fernandes (PSTU): 12%
    • Coronel Hélio Oliveira (PRTB): 12%
    • Carlos Alberto (Beto) (PV): 11%
    • Nevinha Valentim (PSOL): 11%
    • Afrânio Miranda (Podemos): 10%
    • Fernando Freitas (PCdoB): 9%
    • Jaidy Oliver (DC): 9%

    A soma dos índices é maior que 100% porque os entrevistados podiam apontar mais de uma opção.

    Evolução

    Esta é a segunda pesquisa Ibope feita em Natal neste mês. Em relação à primeira, divulgada em 6 de outubro, Álvaro Dias foi o candidato que mais cresceu, passando de 33% para 44% das intenções de voto.

    Os brancos e nulos pouco variaram, oscilando de 20% para 17%. O mesmo aconteceu com os que não souberam ou não quiseram responder, que passaram de 11% para 9% — dentro da margem de erro.

    Confira a evolução de cada candidato:

    • Álvaro Dias foi de 33% para 44%;
    • Kelps foi de 12% para 7%;
    • Delegado Leocádio foi de 3% para 7%;
    • Hermano Morais foi de 6% para 5%;
    • Senador Jean foi de 2% para 5%;
    • Coronel Azevedo se manteve com 2%;
    • Coronel Helio Oliveira foi de 1% para 2%;
    • Carlos Alberto foi de 4% para 1%;
    • Rosália Fernandes se manteve com 1%;
    • Fernando Freitas foi de 2% para 0%;
    • Afrânio Miranda se manteve com 0%;
    • Nevinha Valentim se manteve com 0%;
    • Jaidy Oliver teve 1% na pesquisa anterior e não foi citada nesta.

    Para este levantamento, o Ibope conversou com 602 eleitores entre os dias 24 e 26 de outubro. A pesquisa foi contratada pela Inter TV Cabugi, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte, e está registrada no TRE-RN (Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte) sob o número 02686/2020. O nível de confiança estimado é de 95%.