PUBLICIDADE
Topo

Kéke (PSDB) é eleito prefeito de Capela do Alto (SP)

Do UOL, em São Paulo

15/11/2020 08h41

Péricles Gonçalves (PSDB), 51, é o novo prefeito de Capela do Alto (SP). Com 75,91% dos votos válidos, um total de 8.224 votos, na eleição deste domingo (15), Kéke foi o vencedor com 100% das urnas apuradas.

A eleição municipal para a prefeitura de Capela do Alto teve apenas duas candidaturas deferidas, mas a cidade já não teria segundo turno por ter menos de 200 mil eleitores. Regina Leite Tolentino (MDB) perdeu com 24,09% dos votos válidos.

Do total de votantes, 370 eleitores (3,17%) votaram em branco, enquanto outros 484 (4,14%) anularam o voto. O número de eleitores que não votou foi de 3.020, equivalente a 20,53% do eleitorado. A soma de brancos, nulos e abstenções é de 3.874, ou 26,34% dos aptos a votar.

A Câmara de Vereadores de Capela do Alto também teve seus representantes escolhidos para os próximos quatro anos na eleição deste domingo. As maiores bancadas ficaram com o PSDB e o MDB, cada um deles com 3 representantes (confira a lista completa abaixo).

Confira os votos para a prefeitura:

  • Péricles Gonçalves (PSDB) - 8.224 votos - 75,91%
  • Regina Leite Tolentino (MDB) - 2.610 votos - 24,09%

Confira todos os vereadores eleitos:

  • Leonardo Benedito Antonio Galavoti (PDT) - 549 votos - 5,05%
  • Simone de Arruda (PSDB) - 548 votos - 5,04%
  • Josue Correa (PSDB) - 454 votos - 4,17%
  • Aluisio Roque de Oliveira (MDB) - 401 votos - 3,69%
  • João Aparecido de Oliveira Leite (PSDB) - 356 votos - 3,27%
  • Sulevan Aparecido Cruz Silva (MDB) - 282 votos - 2,59%
  • Janaina Torres Pinto (MDB) - 249 votos - 2,29%
  • Jose Lauri Franco (PDT) - 223 votos - 2,05%
  • Rodrigo Soares da Silva (PL) - 203 votos - 1,87%
  • Diego Luiz Castro da Silva (PL) - 180 votos - 1,65%
  • Paulo Henrique Menck (PP) - 175 votos - 1,61%

O segundo turno é realizado nas cidades com mais de 200 mil eleitores em que um candidato não atingiu a maioria simples (50%+1) dos votos válidos no primeiro turno.

Este conteúdo foi gerado com dados do TSE pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL.