PUBLICIDADE
Topo

Twitter marca como "contestada" afirmação sem provas de Joice sobre fraude

Joice Hasselmann (PSL) participa do último debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo - DEIVIDI CORREA/ESTADÃO CONTEÚDO
Joice Hasselmann (PSL) participa do último debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo Imagem: DEIVIDI CORREA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

15/11/2020 22h56

O Twitter marcou uma postagem da candidata à Prefeitura de São Paulo Joice Hasselmann (PSL) como uma informação contestada. Nela, Joice levantou suspeita de fraude sobre as eleições, sem apresentar provas.

Ela compartilhou postagem de uma seguidora mencionando uma possibilidade de fraude, citando a lentidão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para divulgação dos resultados do primeiro turno das eleições deste domingo (15). A lentidão foi causada por uma falha em um processador do sistema de contagem de votos, segundo o TSE.

A mensagem do Twitter afirma: "Esta reivindicação de fraude é contestada".

O recurso de marcação de postagens suspeitas pelo Twitter foi muito usado durante as eleições dos EUA nas últimas semanas.

Diversas postagens do presidente americano, Donald Trump, questionando o resultado do pleito que elegeu o democrata Joe Biden foram apontadas como questionáveis ou potencialmente enganosas pela rede social.

Falha em processador causou atraso

Embora a apuração esteja em ritmo avançado, o Placar UOL Eleições, abastecido pelo sistema do TSE, continua apresentando um certo atraso em relação às urnas apuradas.

Isso porque, conforme explicou o presidente do tribunal nesta noite, ministro Luís Roberto Barroso, o sistema de totalização e divulgação dos resultados do TSE teve uma pane técnica, uma falha em um dos processadores, que atrasou todo o processo.

Apesar disso, Barroso reforçou que o atraso não compromete a lisura do processo eleitoral. Ele ainda negou qualquer relação entre a falha no processador e a tentativa de ataque cibernético ao sistema que ocorreu na manhã de hoje.