PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro tem maior abstenção da história em disputas de 2º turno

Igor Mello

Do UOL, no Rio

29/11/2020 19h24

O Rio de Janeiro teve a maior abstenção da história política da cidade em uma disputa de 2º turno. De acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 1.720.154 cariocas deixaram de ir às urnas neste domingo (29) —35,45% do total de eleitores.

O número de faltosos equivale praticamente ao dobro dos votos obtidos pelo prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), com 913.700 votos. Eduardo Paes (DEM), prefeito eleito para os próximos quatro anos, teve 1.629.319 votos.

A pandemia do novo coronavírus e a alta rejeição de ambos os candidatos contribuíram para o recorde. No primeiro turno, 32,79% dos eleitores se abstiveram de votar.

Até então, o maior número de faltosos em um 2º turno no Rio havia ocorrido em 2016, quando o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) bateu Marcelo Freixo (PSOL). Na eleição passada (2018), 1.314.950 pessoas não foram votar no 2º turno.

A capital fluminense teve, neste domingo, sua sexta disputa de segundo turno desde 1992, quando esse modelo de eleição foi adotado.