UOL Notícias Empregos

19/08/2008 - 14h13

Concurso da guarda municipal do Rio pode ser suspenso pela 3ª vez

Da Redação
Em São Paulo
O MPT (Ministério Público do Trabalho) no Rio de Janeiro entrará na Justiça contra o concurso com mil vagas na Guarda Municipal do Rio, pedindo que sejam anulados alguns itens do edital. O MPT considera ilegais e discriminatórios requisitos como a existência de 20 dentes, limites máximos e mínimos de peso e proibição de portadores de deficiência.

A Prefeitura do Rio já havia programado a abertura das inscrições duas vezes, mas cancelou os processos. As suspensões, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Administração, ocorreram porque a prefeitura quis estudar melhor as propostas pelo MPT.

O edital foi lançado novamente no início de agosto, sem alterações. A Prefeitura diz que considera as exigências válidas e que vai dar prosseguimento ao concurso, mesmo com a ação do MPT. As inscrições começaram nesta terça (19).

O Ministério Público queria discutir o assunto com a prefeito, mas o prefeito, Cesar Maia, o secretário municipal de Administração, Wagner Siqueira, e o superintendente-executivo da Guarda, Carlos Moraes Antunes, não compareceram à audiência marcada para segunda (18).

Em nota do MPT, o procurador do Trabalho Wilson Roberto Prudente disse que pedirá também a condenação judicial de Maia, Siqueira e Antunes, por danos morais coletivos, em razão dos requisitos discriminatórios.

Compartilhe:

    Encontre vagas de emprego na sua Área

    Concursos Previstos

    As mais lidas

    Hospedagem: UOL Host