UOL Notícias Empregos

03/09/2008 - 08h12

Atualização ajuda a encontrar emprego depois dos 40

Juliana Doretto
Em São Paulo

"Vocês têm informações sobre pequenas empresas, consultórios médicos ou advogados que contratam pessoas da minha idade?" "Como eu faço para arrumar um serviço, se não consigo um pela minha idade?" A data de nascimento se tornou um empecilho para esses internautas, que escreveram ao UOL Empregos pedindo ajuda para conseguir uma vaga.

Requisitos para a contratação*
1 - Experiência técnica anterior
2 - Formação acadêmica
3 - Entusiasmo do candidato
4 - Relacionar-se bem com os outros
5 - Resultados alcançados anteriormente
6 - Reputação das empresas em que trabalhou
7 - Experiência anterior em supervisão de pessoas
8 - Estabilidade empregatícia
9 - Resultados nos testes
10 - Aparência pessoal
11 - Nível salarial
12 - Idade
13 -Estabilidade familiar
14 - Fluência em inglês ou outro idioma
15 - Capacidade de usar a Internet
16 - Experiência em multinacionais
17 - Número de promoções anteriores
*Fonte: Pesquisa Catho Online 2007
Gláucia Santos, consultora de recursos humanos da Catho, diz que a experiência ainda conta pontos na hora de encontrar trabalho, mas, para quem não tem conhecimento atualizado, os anos de trabalho não bastam.

"O mercado não oferece a mesma estabilidade de 20 anos atrás. As pessoas continuam construindo uma carreira, mas não só em uma empresa. Se o profissional foi crescendo, ele não tem tanta dificuldade para se recolocar. Mas, se tiver 40 anos, ainda não tiver ocupado um cargo de coordenação e não tiver formação atualizada na sua área, vai ter mais dificuldade", explica.

Se a qualificação é uma porta de entrada importante para a recolocação após os 40, os bancos das salas de aula demonstram que são os mais jovens que procuram formação.

Pesquisa realizada para a Interactive, empresa que tem cursos de desenvolvimento pessoal, mostra que somente 15% das pessoas que buscam as aulas tem mais de 40 anos. O estudo, feito no primeiro semestre de 2008, ouviu 200 profissionais de diferentes empresas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Maranhão.

Em São Paulo, o governo abriu nesta semana 2.089 vagas em cursos gratuitos de requalificação profissional, em áreas como as de informática, administração e vendas. As primeiras turmas do programa visavam profissionais desempregados entre 30 e 59 anos, mas a boa procura dos jovens pelas vagas fez a idade mínima cair para 20.

Segundo os especialistas ouvidos pelo UOL Empregos, o interesse dos mais experientes pela qualificação tende a aumentar. "Diante da grande concorrência que esses profissionais encontram no mercado de trabalho, principalmente com aqueles mais jovens, muitos devem chegar à conclusão de que precisam aperfeiçoar alguma habilidade de relacionamento ou apresentação", explica Daniel Souza, da consultoria Cedet, que elaborou a pesquisa para a Interactive.

Fora da estatística
Os internautas que escreveram ao UOL Empregos parecem contrariar as estatísticas. A Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), diz que o desemprego entre os jovens é maior do que na faixa dos mais experientes.

As empresas também afirmam que a idade importa pouco na hora de contratar. Pesquisa da empresa recrutadora Catho mostra que os anos de vida são o 12º critério usado pelas organizações para selecionar os candidatos. As primeiras são experiência técnica, formação acadêmica e entusiasmo do candidato.

Por outro lado, o mesmo estudo diz que a idade é mais importante do que qualificações como fluência em idiomas, capacidade de usar a Internet no trabalho e experiência em empresas multinacionais.

Para a consultora da Catho, mesmo atualizados, os profissionais de 40 anos que não conseguem se recolocar podem estar sendo prejudicados por duas barreiras do mercado.

Uma delas é o custo: a experiência significa não apenas conhecimento mas também salário maior e nem todas as empresas estão dispostas ou podem bancar esse investimento. Além disso, as companhias têm receio de que o funcionário seja um tanto turrão: "Ele pode ter dificuldades para se adaptar às práticas e à cultura da empresa, por serem diferentes daquelas às quais ele estava acostumado", afirma Gláucia Santos.
Profissionais com mais de 40 voltam a entrar no foco
Indústria é setor-alvo de profissionais da meia idade
Veja onde divulgar seu currículo
Empresas reservam 60% de suas vagas de estágio e trainee para o 2º semestre

Compartilhe:

    Encontre vagas de emprego na sua Área

    Concursos Previstos

    As mais lidas

    Hospedagem: UOL Host