UOL Notícias Empregos

12/03/2010 - 07h01

Neurocientista destaca os quatro maiores problemas dos concurseiros; confira

Simone Harnik
Em São Paulo

Só quem faz provas de concursos públicos é que sabe do nervosismo que bate antes dos exames – e, muitas vezes, até mesmo durante a avaliação. Segundo a neurocientista e psicanalista Nanci Azevedo Cavaco, a ansiedade é a principal responsável para os quatro maiores problemas dos concurseiros.

 

"Quando estudei, aprendi centenas de horas sobre matemática, mas não tive uma hora sobre como meu cérebro funciona. Se tivesse aprendido, tinha tirado maior proveito dele", avalia Nanci, que fará, nesta sexta-feira, às 10h30, uma palestra sobre como "turbinar o cérebro" na Feira do Concurso 2010, em São Paulo. O evento será entre os dias 12 e 14 de março.

 

Veja quais são as maiores reclamações de quem estuda para concurso, segundo Nanci, e algumas dicas para minimizar as dificuldades:

 

 

1- Falta de concentração

Acontece quando o indivíduo não consegue permanecer com foco nos estudos ou nos exames por muito tempo. Para aumentar a concentração, de acordo com Nanci, é necessário exercitar o córtex pré-frontal. "Esta é a região do cérebro responsável pela concentração e pela atenção", diz.

 

Para a neurocientista, é como carregar um balde de água: quando a pessoa não tem força, precisa estimular os músculos do braço para poder executar a tarefa sem dificuldades.

 

 

2- Falta de atenção

Ocorre quando a pessoa perde a capacidade de perceber os detalhes na situação em que está focada. "É aquela situação em que o estudante diz: 'olhei, mas nem vi'", explica. Este empecilho também exige exercício para ser superado.

 

 

3- Perda de memória

Muitas causas podem estar associadas às dificuldades de gravar informações que serão utilizadas em médio ou longo prazo. Uma delas é a própria falta de concentração. No entanto Nanci aponta outro mal: a anemia.

 

"Existem alimentos que melhoram o condicionamento cerebral. São aqueles ricos em vitaminas A, C e E. Ou o ovo, por exemplo, que é rico em uma substância utilizada na fixação da memória".

 

 

4- Branco

É aquela perda de memória momentânea que dá sempre quando não pode acontecer – no meio de uma pergunta importante, no concurso que seleciona para a vaga dos sonhos, por exemplo.

 

Neste caso, a solução é aprender a trabalhar sob pressão. "O perito em desarmamento de bombas tem de manter a tranquilidade, senão, ele vai para o ar. O mesmo tem de acontecer com o concurseiro", diz Nanci.

 

 

No divã

Além de ministrar a palestra, nesta sexta, Nanci vai oferecer atendimento na feira, no estande "Divã do concurso". De acordo com os organizadores do evento, o concurseiro terá um espaço reservado para conversar com a psicanalista – com divã e tudo.

 

Também foi montado um escritório com um advogado especializado em processos de seleção, que vai auxiliar os candidatos que tiverem dúvidas legais. A Feira do Concurso acontece nesta sexta-feira (12) e no sábado (13), em São Paulo.

 

 

Serviço
Feira do Concurso
Centro de Eventos São Luis
Rua Luis Coelho, 323 – próximo ao metrô Consolação
Horário: 10h às 19h
Site: www.feiradoconcurso.com.br

Entrada Gratuita
 

Compartilhe:

    Encontre vagas de emprego na sua Área

    Concursos Previstos

    As mais lidas

    Hospedagem: UOL Host