UOL Notícias Empregos

16/06/2010 - 11h12

PF faz operação para prender suspeitos de fraudar concursos públicos

Da *Redação
Em São Paulo

A Polícia Federal desencadeou, nesta quarta (16), a Operação Tormenta para desarticular uma quadrilha que fraudava concursos públicos em todo o país.

Serão cumpridos 34 mandados de busca e apreensão, sendo 21 na Grande São Paulo, 1 no Rio de Janeiro, 3 na região de Campinas e os demais na baixada santista, além de 12 mandados de prisão temporária.

As investigações foram iniciadas através de informações obtidas durante a investigação social do concurso para Agente de Polícia Federal de 2009 (fase do concurso que faz parte do sistema de proteção adotado pela instituição no recrutamento de novos policiais).

A PF descobriu que a quadrilha tinha acesso aos cadernos de questões antes da data de aplicação das provas. Além do concurso da PF, o grupo teve acesso privilegiado às provas da segunda fase/2010 do Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e do concurso da Receita Federal (auditor fiscal/1994).

Foram identificados 53 candidatos que tiveram acesso à prova de Agente Federal, pelo menos 26 candidatos que tiveram acesso à prova da OAB e há indícios de que 41 candidatos tenham tido acesso à prova da Receita Federal.

A organização criminosa ainda se articulou para fraudar, sem sucesso, concursos da Caixa Econômica Federal, da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), do INSS para perito médico, da AGU (Advogado da União), da Santa Casa de Santos – residência médica, de Defensor Público da União e da Faculdade de Medicina de Ouro Preto.

*Com informações da Agência de Notícias da Polícia Federal

Compartilhe:

    Encontre vagas de emprego na sua Área

    Concursos Previstos

    As mais lidas

    Hospedagem: UOL Host