UOL Notícias Empregos

29/07/2010 - 16h53

Agricultura, indústria e comércio criaram mais de 70% dos novos empregos em junho

Da *Redação
Em São Paulo

Mais de 70% das novas vagas criadas no mês de junho no Estado de São Paulo foram registradas nas áreas da Agricultura (+24.337), Indústria de Transformação (+15.467) e Comércio (+10.760), como mostra o boletim mais recente do Observatório do Emprego e do Trabalho.

As três atividades somam mais de 50 mil novas vagas dos 70.265 novos postos formais de trabalho criados no Estado de São Paulo durante o mês de junho. O número total é inferior ao registrado em maio de 2010 (+98.624), mas superior quando comparado a junho de 2009, quando foram geradas apenas 27.602 vagas.

Em junho de 2009, o maior número de vagas criadas foi no setor da agricultura (+14.294), porém a indústria não teve o mesmo desempenho, com queda de 3.168 vagas.

Dados por regiões
A Região Metropolitana de São Paulo apresentou o maior número de vagas criadas (+26.932), seguida pelas regiões administrativas de Campinas (+12.682), Araraquara/São Carlos (+7.203), Barretos (+5.271) e Sorocaba (+3.901).

Salários

Em junho o salário médio dos trabalhadores admitidos no Estado foi R$ 952, representando um aumento de 0,7% com relação ao mês anterior. O maior valor foi observado na Região Metropolitana de São Paulo (R$ 1.073) e o menor na Região de Barretos (R$ 637).

Perfil da variação do emprego

Das novas vagas, 78,4% foram ocupadas por trabalhadores com até 29 anos de idade, valor superior ao observado no mês anterior (71%).

Destaca-se também que há um ano, das 27.602 vagas geradas no Estado, 80,8% foram ocupadas apenas por jovens com idade entre 18 a 24 anos. Neste boletim podemos perceber que dois terços dos novos empregos foram ocupados por jovens de até 24 anos, mostrando que esse público vem crescendo na preferência por parte dos contratantes.

As mulheres ocuparam 48,9% das novas vagas criadas em junho, percentual superior ao mês anterior (43,2%), porém inferior considerando o mesmo mês do ano passado (54,9%).

Mais da metade das novas vagas (55,6%) foram ocupadas por trabalhadores com ensino médio completo. A participação dos trabalhadores com ensino superior completo diminuiu na geração de emprego. Em maio deste ano foi de 9,8%, enquanto em junho de 2010 foi de 3,2%.

*Com informações do Observatório do Emprego e do Trabalho

Compartilhe:

    Encontre vagas de emprego na sua Área

    Concursos Previstos

    As mais lidas

    Hospedagem: UOL Host