UOL Notícias Empregos

19/08/2010 - 15h53

Dúvida: Acho que estou sofrendo assédio moral na empresa. O que devo fazer?

Da Redação
Em São Paulo

Trabalho em uma empresa onde sofro constantes represálias, por parte de minha coordenadora, sem motivo algum. Ela faz questão de me tratar mal e me rebaixar na frente de outros funcionários, além de falar mal de mim para os diretores. O que deixa transparecer é que ela faz isso para me forçar a pedir demissão. Sofro muito com essa situação e atualmente estou passando por acompanhamento psicológico. Gostaria de saber se isso se enquadra em assédio moral e qual atitude devo tomar.

Submeter o trabalhador de forma reiterada a situações humilhantes e degradantes, desmoralizando-o perante os demais, ferindo-lhe a honra e colocando em sério risco sua saúde mental, autoriza o reconhecimento do assédio moral no ambiente de trabalho, sendo esse, atualmente, o grande mal que acomete a gestão empresarial.

É no excesso, na reiteração da conduta vexatória e humilhante e na intenção de se diminuir o assediado perante os demais colegas de trabalho, provocando-lhe a vontade de deixar o emprego, que estão os focos mais comuns do assédio que devem ser denunciados e coibidos.

Temos observado que as situações de assédio moral decorrentes do contrato de emprego justificam a reparação dos danos daí decorrentes, de ordem moral e até mesmo material. No entanto, vale destacar que o assédio moral não pode ser confundido com o estresse ou a cobrança normais provenientes do acirrado mercado de trabalho, de modo que o colaborador, para fazer essa distinção, deverá consultar um advogado e explicar o seu caso, obtendo a orientação oportuna.

No caso específico, a humilhação retratada indica, ainda que superficialmente, que há excesso por parte do superior hierárquico, acarretando dano de ordem psíquica.

Sendo assim, sugiro ao leitor que busque assessoria jurídica especializada e relate com todos os detalhes o ocorrido, a fim de que sejam tomadas as medidas judiciais eventualmente cabíveis.

Daniela Lopomo Beteto, advogada trabalhista do Trevisioli Advogados Associados

Encontre vagas de emprego na sua Área

Concursos Previstos

As mais lidas

Hospedagem: UOL Host