UOL Notícias Empregos

25/08/2010 - 14h27

IBGE reconhece que pode faltar recenseador em bairros nobres de São Paulo

Da *Redação
Em São Paulo

Mesmo com a abertura de um novo processo seletivo para preencher vagas ociosas do Censo 2010, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) reconhece que pode faltar recenseadores em alguns bairros nobres da cidade de São Paulo.

A expectativa é do coordenador operacional do Censo em São Paulo, Aparecido Cunha. No primeiro processo seletivo, que ocorreu no primeiro semestre do ano, a cidade de São Paulo deixou de preencher 1.492 vagas.

O segundo processo seletivo, aberto na semana passada, resolveria o problema da baixa procura em regiões de menor renda, como Itaquera e Aricanduva/São Mateus, pois não está sendo cobrada a taxa de inscrição, como ocorreu no primeiro processo.

No entanto, o problema continua nas áreas mais nobres. As inscrições para o novo processo seletivo terminam hoje (25), mas ainda há mais vagas do que candidatos para atuar em bairros nobres como o Morumbi, que precisa preencher 116 vagas. Itaim Bibi, com 32 vagas, e Butantã/Vila Sônia, com 74, também podem enfrentar dificuldades pela falta de recenseadores.

No caso das vagas da cidade de São Paulo não serem totalmente preenchidas, o IBGE vai deslocar recenseadores de outras áreas para não prejudicar o cronograma do Censo.

Ao todo, estão sendo oferecidas 2.006 vagas em cinco Estados: Goiás, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. Informações podem ser obtidas na página do IBGE na internet. O Censo 2010 começou em 1º de agosto e a coleta de dados deve durar três meses.

*Com informações da Agência Brasil
 

Encontre vagas de emprego na sua Área

Concursos Previstos

As mais lidas

Hospedagem: UOL Host