UOL Notícias Empregos

14/09/2010 - 16h38

Brasil desponta economizando na força de trabalho, diz procuradora do MPT

Da *Redação
Em São Paulo

A sociedade e o Estado brasileiro têm sido parcialmente negligentes quanto aos problemas sociais, como o trabalho escravo, defendeu hoje (14) a procuradora federal Débora Tito Farias, coordenadora nacional de Erradicação do Trabalho Escravo do MPT (Ministério Público do Trabalho).

Segundo ela, o aspecto social não fica no mesmo nível das questões econômicas. “O capital oprime o trabalho e o Brasil tem despontado economizando na força de trabalho”, afirmou ao comentar o relatório sobre trabalho escravo no Brasil, apresentado hoje (14) no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU), em Genebra (Suíça).

De acordo com o relatório da ONU, as principais vítimas da exploração de trabalho escravo no Brasil são homens jovens e adultos, com 15 anos ou mais, que trabalham para a agroindústria e a pecuária, na zona rural (Norte, Nordeste e Centro-Oeste), e para a indústria de confecção, na área urbana (São Paulo).

A procuradora chama a atenção para a gravidade da situação dos trabalhadores explorados em situação análoga à escravidão.

Na opinião de Leonardo Sakamoto, representante da sociedade civil na Conatrae (Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo) ligada à Secretaria de Direitos Humanos, “o avanço [da economia] não pode excluir os direitos humanos”.

Na avaliação de Sakamoto, o desrespeito aos direitos humanos pode repercutir negativamente na aceitação do produto brasileiro no mercado externo.

Ele rememora que a exportação de algodão brasileiro, por exemplo, foi beneficiada quando grandes mercados recusaram o produto de países onde havia exploração de mão de obra escrava (na Ásia). “O Brasil tem que estar preparado”, afirmou ao ponderar que se o país fizer o combate ao trabalho escravo poderá cobrar o mesmo de outros concorrentes.

*Com informações da Agência Brasil

Encontre vagas de emprego na sua Área

Concursos Previstos

As mais lidas

Hospedagem: UOL Host