UOL Notícias Empregos

23/02/2012 - 12h25

Chefe que obrigava funcionária a usar calças apertadas é condenado a pagar R$ 58 mil

Do UOL, em São Paulo
  • Alamy

    Chefe obrigava a funcionária a usar calça skinny para trabalhar

 

Um chefe que assediava sexualmente uma funcionária dizendo que ela só podia usar calças jeans apertadas no trabalho foi condenado a pagar 21.681 libras (equivalente a R$ 58 mil ) de indenização. O caso aconteceu na cidade de Plymouth, na Inglaterra.

 

Matthew Flynn, 45, que é sócio da empresa, costumava fazer comentários sobre os seios da funcionária, além de assediá-la diariamente.

 

A vítima, cujo nome não foi divulgado por razões legais, disse que usava um par de calças jeans tamanho 8 para trabalhar e Flynn a repreendeu, dizendo para usar apenas jeans skinny. “Você não está autorizada a usar qualquer calça jeans. Agora eu tenho algo de bom para olhar”.

 

De acordo com a funcionária, o assédio começou com comentários sobre seu bumbum enquanto ela estava debruçada recolhendo algumas embalagens no estoque. "Durante meus dez meses de trabalho lá, quase todos os dias eu ouvia comentários inadequados de Matthew sobre o meu corpo”.

 

O juiz concedeu-lhe a indenização dizendo que "ela foi submetida a uma campanha sustentada de assédio sexual e também bullying".

 

(Com Daily Mail)

 

Veja mais

Encontre vagas de emprego na sua Área

Concursos Previstos

As mais lidas

Hospedagem: UOL Host