UOL Notícias Notícias
 

99. Senado custeia despesas da Polícia Militar do Distrito Federal

Fernando Rodrigues
Colunista do UOL, Em Brasília
Para enviar e-mails para os personagens envolvidos, passe o mouse sobre o nome e clique para acessar o endereço eletronico de cada um.
Mais
Blog do Fernando
Poder e Política

Data de Divulgação

08.10.2009

O escândalo

O Senado custeou a manutenção de helicópteros da Polícia Militar do Distrito Federal e a compra de 439 mil cartuchos da corporação, mostra reportagem da Folha (aqui)

O convênio foi assinado em 11 de março de 2004. Sua prestação de contas mostra que entre 2004 e 2007 foram repassados um total de R$ 3 milhões à PM-DF.

Segundo o jornal, um relatório da Secretaria de Controle Interno do Senado manda a Diretoria-Geral da Casa cobrar a devolução de R$ 2,1 milhões dos R$ 3 milhões. O documento indica que a polícia não comprovou o uso da maior parte dos recursos.

A Polícia Militar do Distrito Federal informou ao jornal que não foi avisada do relatório do Senado.

Romeu Tuma (PTB-SP), primeiro-secretário quando o convênio foi assinado, se disse surpreso ao saber dos gastos com helicópteros. O senador pediu informações ao diretor-geral Haroldo Tajra.

O que aconteceu?

No dia 8 de outubro, Sarney disse que a área jurídica do Senado analisaria se há possibilidade de resgatar o dinheiro transferido à PM (aqui).

"O que for de excesso, se o Senado tiver tido prejuízo, é a hora da gente recuperar. Não pedi à PM que devolva o dinheiro. Pedi que, juridicamente, a gente possa examinar o que foi destinado, recursos gastos em relação ao Senado", disse o presidente.

Acompanhe os escândalos

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,24
    3,734
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h19

    0,36
    94.393,07
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host