UOL Notícias Notícias
 

96. 98 servidores do Senado fizeram cursos no exterior em 2007 e 2008

Fernando Rodrigues
Colunista do UOL, Em Brasília
Para enviar e-mails para os personagens envolvidos, passe o mouse sobre o nome e clique para acessar o endereço eletronico de cada um.
Mais
Blog do Fernando
Poder e Política

Data de Divulgação

21.09.2009

O escândalo

Levantamento da primeira secretaria do Senado (aqui), feito a pedido do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), mostra que ao menos 98 servidores tiveram autorização do Senado para ir ao exterior participar de cursos de capacitação em 2007 e 2008. A maior parte das licenças ocorreu em 2008, quando 58 funcionários foram liberados. A maioria dos cursos eram de idiomas, graduação e pós-graduação.

O portal G1 (aqui) mostrou que um servidor foi autorizado a viajar para Cingapura para um curso na "Association Of Capoeira Argola de Ouro" em 2007. Outros três servidores foram autorizado a participar do 9º Congresso de bibliotecários, arquivistas e documentalistas na cidade de Ponta Delgada (Portugal).

O levantamento foi pedido por Virgílio após a revelação de que Renan Calheiros (PMDB-AL) manteve um funcionário recebendo salário enquanto ele estava na Austrália (leia o escândalo 12). Virgílio, por sua vez, manteve o salário de um funcionário que fazia curso de teatro na Espanha (leia o escândalo 66).

O que aconteceu?

Nada.

Acompanhe os escândalos

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,24
    3,734
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h19

    0,36
    94.393,07
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host