UOL Notícias Especial PAC
 

04/02/2009 - 10h39

Governo aumenta investimento no PAC para R$ 646 bi até 2010

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília
*Atualizada às 11 horas

No balanço de dois anos do lançamento do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), nesta quarta-feira (04), o governo anunciou um aumento de R$ 142,1 bilhões nos investimentos no programa até 2010, quando termina o mandato do governo Lula. Com isso, o orçamento passou dos R$ 503,9 bilhões, do lançamento em 2007, para R$ 646 bilhões.

Os investimentos previstos para depois de 2010 totalizam R$ 502,2 bilhões, o que faz o valor total a ser aplicado no programa chegar a R$ 1,14 trilhão. Em 2007, a previsão de investimento pós-2010 era de apenas R$ 189,2 bilhões e o total a ser aplicado era de R$ 693,1 bilhões. Com a atualização dos valores e o aumento de R$ 313 bilhões nas obras, o total de investimentos apresentou um salto de R$ 455 bilhões.

"Mesmo que haja desaceleração econômica, o PAC tem capacidade de sustentar, ao longo de 2009, um patamar de investimento maior", afirmou a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), durante o balanço do programa.

"Vamos manter o PAC completamente sem cortes e garantir os recursos para aumento de investimentos. Iremos sistematicamente buscar manter essa ampliação, sempre que possível. Vamos manter o crédito de longo prazo para viabilizar esses investimentos e desenvolver parceria com o setor privado e com os Estados e municípios. Também vamos monitorar as obras para antecipá-las, porque isso nos interessa", acrescentou a ministra.

No setor de logística, os investimentos até 2010 aumentaram em R$ 38 bilhões. No de energia, o aumento foi de R$ 21 bilhões e nos setores social e urbano, o orçamento cresceu R$ 84 bilhões.

O relatório do programa destaca como principais obras a serem executadas a construção do Trem de Alta Velocidade unindo Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, do trecho Sul da Ferrovia Norte-Sul, e a dragagem e ampliação de portos.

O texto ressalta a importância do programa para o enfrentamento da desaceleração da economia no primeiro trimestre deste ano. "O investimento público terá uma grande parcela nesta recuperação", destaca o relatório.

Segundo o texto apresentado nesta quarta-feira, acrescentando que os investimentos do governo federal que representavam 0,64% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2006, passaram para 1% do PIB em 2008, após o lançamento do PAC. Para este ano, os investimentos devem chegar a 1,2% do PIB, na previsão do governo.

Últimas Notícias do PAC

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,56
    3,261
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    1,28
    73.437,28
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host
    *Atualizada às 11 horas %>