UOL Notícias Especial PAC
 

29/03/2010 - 14h35

Em lançamento do PAC 2, Lula diz não estar satisfeito com o que fez até agora

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília
  • O presidente Lula cumprimenta a ministra Dilma Rousseff durante lançamento do PAC 2

    O presidente Lula cumprimenta a ministra Dilma Rousseff durante lançamento do PAC 2

Governo lança PAC 2 para investir R$ 1,59 trilhão e impulsionar campanha de Dilma

O PAC 2 tem previsão de investimento de R$ 958,9 bilhões entre 2011 e 2014. No período pós-2014, a estimativa de injetar mais R$ 631,6 bilhões em obras – totalizando o R$ 1,59 trilhão. Os focos são os mesmos da primeira etapa, iniciada em 2008: logística, energia e núcleo social-urbano.

Atualizada às 20h08

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, admitiu nesta segunda-feira (29) que, apesar de lançar a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento, o governo cumpriu menos obras do que havia previsto.

“Eu não estou contente com o que fizemos até agora e acho que nenhum de vocês está contente. Temos obrigação de fazer mais (...) O povo pobre desse país precisa que a gente faça mais, a economia precisa que isso aconteça", afirmou. Leia aqui a íntegra do discurso.

Lula afirma que próximo governo terá que fazer mais e acredita que virá o apoio de prefeitos e governadores para tirar os projetos do papel e colocá-los em prática. “O que libera dinheiro não é discurso, não é pressão política, não é emenda parlamentar. É o cidadão que governa uma cidade ou um Estado e um ministro que governa um pasta”, indica.

Um levantamento realizado pelo site "Contas Abertas", a partir dos relatórios estaduais divulgados pelo comitê gestor do PAC, revelou que 1.378 projetos foram concluídos após três anos de existência do programa. O número, que inclui os três eixos: infraestruturas logística, energética e social-urbana, representa 11,3% de um total de 12.163 empreendimentos listados nos relatórios de 24 unidades da federação.

Por um erro da Redação, o UOL Notícias chegou a atribuir incorretamente ao presidente Lula a informação de que menos de 50% das obras do PAC foram iniciadas. O presidente não mencionou o percentual, que é fruto do levantamento independente feito pelo site "Contas Abertas".

Segundo o levantamento mais recente do "Contas Abertas", 46% das ações do programa estão em andamento ou já foram entregues, enquanto metade (54%) delas sequer saiu do papel desde que o PAC foi lançado em 2007.

Os dados, que incluem investimentos previstos pela União, empresas estatais, iniciativa privada, e de Estados e municípios entre 2007 e 2010 e pós 2010, foram atualizados até dezembro de 2009. Não estão incluídos aproximadamente mil empreendimentos em Goiás, Piauí e Rondônia, cujos relatórios ainda não estão disponíveis.

Em 4 de fevereiro, durante a divulgação do balanço de três anos do PAC, a ministra-chefe da casa Civil, Dilma Rousseff, explicou a diferença entre os recursos utilizados e as obras concluídas: "Conseguimos recursos financeiros para 63% e temos hoje 40,3% de obras concluídas. Existe esta discrepância porque os recursos financeiros sempre vêm na frente, como no caso das usinas de Jirau e Santo Antônio, que já têm recursos mas não foram concluída".

Lançamento PAC 2
Todos os ministros do governo, prefeitos de várias capitais, representantes do empresariado e líderes de movimentos sociais participaram nesta segunda-feira (29) do lançamento da etapa dois do PAC, coordenado pela presidenciável petista e ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

A iniciativa prevê investimento de R$ 1,59 trilhão entre 2011 e 2014 em áreas de alta sensibilidade social, como moradia e saúde. 

Conheça as seis áreas do PAC 2, anunciado pelo governo nesta segunda-feira

Nome Abrangência Investimento Meta
CIDADE MELHOR Saneamento, Prevenção em Áreas de Risco, Mobilidade Urbana e Pavimentação. R$ 57,1 bilhões enfrentar os principais desafios das grandes aglomerações urbanas, propiciando melhor qualidade de vida.
COMUNIDADE CIDADÃ Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) e Unidades Básicas de Saúde, Creches e Pré-escolas, Quadras esportivas nas escolas, Praças do PAC e Postos de Polícia Comunitária. R$ 23 bilhões Presença do Estado nos bairros populares, aumentando a cobertura de serviços.
MINHA CASA, MINHA VIDA Minha Casa, Minha Vida, Financiamento SBPE, Urbanização de Assentamentos Precários R$ 278,2 bilhões Redução do déficit habitacional, dinamizando o setor de construção civil e gerando trabalho e renda.
ÁGUA E LUZ PARA TODOS Luz Para Todos, Água em Áreas Urbanas e Recursos Hídricos R$ 30,6 bilhões Universalização do acesso à água e à energia elétrica
TRANSPORTES Rodovias, Ferrovias, Portos, Hidrovias, Aeroportos, Equipamentos para estradas vicinais R$ 104,5 bilhões (2011-2014) e R$ 4,5 bilhões (pós-2014) Consolidar e ampliar a rede logística, interligando os diversos modais, garantindo qualidade e segurança.
ENERGIA Geração e Transmissão de Energia Elétrica, Petróleo e Gás Natural, Indústria Naval, Combustíveis Renováveis, Eficiência Energética, Pesquisa Mineral. R$ 465,5 bilhões (2011-2014) e R$ 627,1 bilhões (pós-2014). a segurança do suprimento a partir de uma matriz energética baseada em fontes renováveis e limpas; desenvolver as descobertas no pré-sal, ampliando a produção.

Últimas Notícias do PAC

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,38
    3,156
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,41
    65.277,38
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host