UOL Notícias
 
 

PNAD

Pesquisa Nacional
por Amostra de Domicílios

Pesquisa feita em domicílios do país para coletar dados como migração,
educação, rendimento, trabalho infantil e fecundidade, entre outros

  • Imagem: PNAD
08/09/2010 - 10h00

Região Sudeste concentra metade dos internautas do Brasil, diz Pnad

Juliana Carpanez
Do UOL Tecnologia
Em São Paulo

O Sudeste é a região brasileira com maior número de internautas: são 33,5 milhões de pessoas, ou 49,3% dos de usuários da web no país. Em segundo lugar aparece o Nordeste (13,5 milhões), seguido por Sul (11 milhões), Centro-Oeste (5,5 milhões) e Norte (4,2 milhões). As informações fazem parte da Pnad (Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios), divulgada nesta quarta-feira (8) pelo IBGE.

Os 33,5 milhões de internautas do Sudeste também representam 48,1%, ou quase metade, da população local –em 2008, o valor ficava em 40,3% e, em 2005, 26,2%. Se considerado todo o país, a quantidade pessoas conectadas chegou a 67,9 milhões em 2009 (ante 55,9 milhões em 2008 e 31,9 milhões em 2005). Hoje os internautas representam 41,7% da população do Brasil, sendo que o estudo só considera aqueles com mais de 10 anos.

No Centro-Oeste, 47,2% da população tem acesso à internet. No Sul, a web faz parte da vida de 45,9% das pessoas. As regiões que têm menor penetração são Norte (34,3%) e Nordeste (30,2%). No entanto, foi no Norte e Nordeste onde houve o maior aumento proporcional na quantidade de usuários entre 2005 e 2009: 213,9% e 171,2%, respectivamente.

A Pnad também indica que 34,7% dos 58,6 milhões de domicílios pesquisados em 2009 têm computador, o que representa 20,3 milhões de máquinas. Dezesseis milhões delas (ou 27,4% dos domicílios) oferecem acesso à internet.

A região Sudeste tem a maior proporção de domicílios com computador e de máquinas com internet: 43,7% (ou 11,2 milhões) e 35,4% (ou 9 milhões de lares conectados). Na sequência aparecem Sul ( 42,6%; 32,8% com conexão), Centro-Oeste (35,7%; 28,2% com conexão), Norte (20,3%; 13,2% com conexão) e Nordeste (18,5%; 14,4% com conexão).

Perfis
Todas as faixas etárias tiveram crescimento na proporção de pessoas com acesso à web. Neste quesito, o grupo que apresentou maior aumento em pontos percentuais foi o de usuários com idades entre 10 e 14 anos: 58,8% deles ou 10,2 milhões estão conectados (em 2005, eram 24,3%). Na faixa de 15 a 17 anos, os conectados chegam a 7,3 milhões ou 71,1% (contra 33,7% em 2005), enquanto na de 18 ou 19 anos fica em 4,5 milhões ou 68,7% (32,8% em 2005).

Entre aqueles com 50 anos ou mais, 15,2% acessam a internet, o que representa 6,2 milhões de pessoas. A faixa com a maior quantidade de usuários é a que vai de 30 a 39 anos: 12,1 milhões de internautas ou 32,7% deste grupo.

As mulheres estão em maior número na internet brasileira do que os homens: 34,6 milhões contra 33,2 milhões.

A Pnad fez o levantamento com 399.387 pessoas, em 153.837 domicílios. A pesquisa considera somente o uso da internet feito no período de até três meses antes da entrevista em desktops ou computadores portáteis (laptop, notebook, palmtop, pocket pc, handheld). A conexão via celular, TV a cabo e console de videogame não foi levada em conta.

Leia mais

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,235
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    -0,10
    74.518,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host