UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 15h24

Governo chileno transfere pacientes para clínicas particulares; luz é restabelecida em algumas regiões

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

O Chile ainda sofre com a falta de infraestrutura dois dias depois do terremoto de 8,8 graus na escala Richter que abalou o país no sábado (27). O ministro da saúde, Alvaro Erazo, afirmou ao jornal "La Tercera" que pelo menos nove hospitais do país não têm condições de funcionar. Um desses hospitais, o Félix Bulnes, teve que ser evacuado devido aos destroços no local. Cerca de 30 pacientes foram transferidos para clínicas particulares após a destruição de hospitais públicos. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) vai enviar um especialista em gestão de desastres ao Chile para cooperar com os trabalhos de reconstrução do país. Uma equipe com 80 profissionais de saúde foi colocada em alerta à espera apenas de uma solicitação oficial do governo para seguir até o país. Serão encaminhadas ainda estruturas para a montagem de hospitais de campanha.

Outro setor que também enfrentam problemas é o de energia. O ministro de Energia chileno, Marcelo Tokman, disse ao "La Tercera" que estão praticamente solucionados os problemas de transmissão de energia em todo o país. O problema agora, segundo ele, está na distribuição da energia para as residências e estabelecimentos comerciais. Algumas regiões ainda sofrem com a falta de luz. Na região de Valparaíso, pelo menos 70% dos serviços de água e luz já foram restabelecidos, de acordo com o governo chileno.

O general Guillermo Ramírez confirmou nesta segunda-feira (1) que haverá novo toque de recolher em Concepción, uma das cidades mais atingidas pelo tremor.

O terremoto no Chile causou a morte de mais de mais de 700 pessoas e deixou dois milhões de desabrigados. Pelo menos um milhão de imóveis ficaram destruídos ou danificados, e os danos em infraestruturas ainda não foram quantificados.

As áreas de infraestrutura chilena foram afetadas e cerca de 500 mil foram seriamente danificadas, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU).

* Com informações das agências internacionais

 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h40

    0,05
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h46

    1,84
    63.818,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host