UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 14h08

Mais de 800 brasileiros ainda não foram localizados após terremoto no Chile, afirma Itamaraty

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O Ministério das Relações Exteriores confirmou nesta segunda-feira (1) que mais de 800 brasileiros que estão no Chile ainda não deram notícias ou foram localizados depois do terremoto que atingiu o país no sábado (27). Os números foram resgistrados até o final da noite de ontem pelo Núcleo de Assistência a Brasileiros, ligado ao ministério. Parte da rede telefônica do Chile foi destruída pelo terremoto.

De acordo com a assessoria do ministério, ainda não há informações sobre brasileiros mortos entre as vítimas do terremoto. Segundo o Itamaraty, ainda existem dificuldades de comunicação – tanto por telefone como pela internet – com o Chile.

O Itamaraty não confirmou se aviões da FAB (Força Aérea Brasíleira) serão enviados para resgatar os brasileiros que estão presos no país. A FAB informou que há aeronaves disponíveis para serem utilizadas no transporte dos brasileiros, mas que aguarda um pedido do Ministério das Relações Exteriores ou mesmo do Ministério da Defesa.

O Itamaraty afirmou que desde a manhã de hoje o GSI (Gabinete de Segurança Institucional), ligado à Presidência, está reunido em Brasília para pontuar as ações que serão tomadas pelo governo brasileiro no auxílio aos brasileiros que ainda estão no Chile.

De acordo com informações do ministério, a comunidade brasileira no país vizinho reúne cerca de 12 mil pessoas. Os tremores de terra em território chileno costumam ser frequentes, mas ocorrências com a magnitude do último, que atingiu 8,8 graus na escala Richter, são raras. O terremoto matou pelo menos 711 pessoas, além de deixar várias desaparecidas e desabrigadas.

Mais três tremores de 5 graus
Depois do terremoto de 8,8 graus que abalou o Chile na madrugada do último sábado (27), o país foi atingido na noite deste domingo (28) por três novas replicas de mais de 5 graus de magnitude na escala aberta de Richter, segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS).

Os tremores foram sentidos nas regiões do Maule e de Bío-Bío, as duas áreas mais castigadas pelo terremoto do último sábado. Os dois tremores mais potentes, de 5,8 e 5,4 graus, foram registrados às 22h10 e 23h44 respectivamente, a 95 e 30 quilômetros de Talca, na região do Maule. O epicentro do primeiro foi localizado a 35 graus latitude sul e 72,6 graus longitude leste, a 26 quilômetros de profundidade sob o nível do mar. Enquanto o segundo foi localizado a 35,1 graus latitude sul e 71,7 graus longitude leste, a 42,6 quilômetros de profundidade sob o nível do mar.

"Há um número crescente de pessoas desaparecidas e tenho a certeza de que estes números vão continuar crescendo", advertiu a presidente Bachelet, ao anunciar no domingo o último balanço oficial.

Quase 1,5 milhão de casas foram atingidas e meio milhão não têm recuperação.

Em Santiago, o aeroporto internacional voltou a operar após os danos registrados no terminal de passageiros.

O terremoto também causou a formação de um tsunami no oceano Pacífico, que matou várias pessoas em uma ilha chilena e devastou outras comunidades costeiras da região.

A atuação rápida dos governos, a retirada de dezenas de milhares de pessoas e a cooperação da população permitiu que o tsunami criado pelo terremoto do Chile passasse neste domingo pela Oceania e Pacífico sul sem causar vítimas fatais.

O terremoto deste sábado foi sentido em São Paulo e também nas Províncias argentinas de Mendoza e San Juan. Uma série de abalos subsequentes atingiram a região costeira do Chile.

Ajuda internacional
Michelle Bachelet, que deve deixar a Presidência em 11 de março, anunciou na noite deste domingo que o país irá aceitar a ajuda oferecida por vários países. Ontem, o presidente americano, Barack Obama, disse que o Chile é um "amigo próximo" e que os EUA estão "'prontos a ajudar".

O Japão anunciou uma doação de US$ 3 milhões ao Chile, junto com o envio de tendas, geradores, purificadores de água e outros equipamentos de emergência. A China prometeu US$ 1 milhão.
 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h59

    -0,38
    3,137
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h01

    -0,26
    65.009,99
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host