UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 18h47

Passageiros afetados pelo terremoto poderão remarcar voos sem multa, dizem companhias aéreas

Fabiana Uchinaka
Do UOL Notícias
Em São Paulo

As três companhias aéreas que operam voos entre o Brasil e o Chile informaram nesta segunda-feira (1) que os passageiros afetados pelo fechamento do aeroporto Arturo Merino Benítez, na capital chilena Santiago, poderão remarcar as passagens sem multa ou cobrança adicional.

O aeroporto foi fechado para voos comerciais depois que um terremoto de 8,8 graus atingiu no sábado (27) a costa do Chile, provocando a morte de mais de 700 pessoas e a destruição especialmente na cidade de Concepción, segunda maior do país. A capital também sofreu com os efeitos do tremor e o aeroporto foi parcialmente danificado.

A companhia aérea Lan Chile informou hoje que todos os voos domésticos e internacionais, com chegada ou partida de Santiago, estão cancelados até quinta-feira (4), quando se espera que 15% das conexões da empresa comecem a funcionar. Serão criados novos voos de contingência para passageiros com reservas e bilhetes emitidos entre sábado (27/3) e quinta-feira (4/3), que funcionarão assim que possível. Os passageiros afetados devem entrar em contato com a companhia.

Não serão vendidos bilhetes aéreos da companhia até o dia 7 (domingo). Viagens de emergência neste período devem ser negociadas com a Lan, que analisará caso a caso. As operação entre Peru, Argentina e Equador e voos internacionais que não passam por Santiago continuam funcionando normalmente.

A empresa disponibilizou hotéis aos passageiros que estavam em trânsito e autorizou a mudança da data de embarque sem multa ou cobrança adicional para até 30 de março, sujeito a disponibilidade de assento. Depois dessa data, serão aplicadas taxas diferenciadas, mas ainda sem multa.

Para mais informações

Empresa Telefone
Lan Chile 0300-789-0045
TAM 4002 5700 (capitais)
0800 570 5700 (outras cidades)
+56 2 6767 900 (no Chile)
Gol 0800-704-0465

Já a TAM informou que os voos JJ8029 (Santiago/Guarulhos/Galeão), JJ8026 (Guarulhos/Santiago), JJ8027 (Santiago/Guarulhos) e JJ8028 (Galeão/Guarulhos/Santiago) foram cancelados. Os passageiros afetados, com bilhetes TAM/957 em voos JJ, PZ e JJ*, também poderão alterar a data da viagem para embarque até 30 de março, sujeito à disponibilidade de cabine, sem cobrança de multa para remarcação, reemissão e reembolso.

Segundo a companhia, quando as conexões forem reiniciadas, serão disponibilizados voos extras para atender os passageiros o mais rápido possível.

Na Gol, todos os voos com destino ao Chile foram cancelados e não há qualquer previsão para que as operações sejam retomadas. Os bilhetes poderão ser remarcados sem multa ou cobrança adicional até o dia 14 de março.

Pacotes de viagem
O terremoto não parece ter assustado os turistas brasileiros que desejam viajar para o Chile. Segundo a agência de viagens CVC, não foram registrados cancelamentos em pacotes para cidades chilenas.

Veja os depoimentos de brasileiros presos no Chile

Procuramos a Embaixada, mas tivemos dificuldades para ser atendidos - o Consulado também não nos deu suporte. Estamos aguardando orientação de uma diplomata que foi muito gentil e atenciosa. A situação do aeroporto de Santiago é catastrófica. (Ana Soares, de Santiago, Chile)

Mesmo assim, a empresa está oferecendo uma carta de crédito para quem preferir mudar de destino. Com isso, os clientes podem mudar a viagem sem multa, pagando apenas a diferença.

Na Central de Intercâmbio (CI), alguns estudantes que tinham voo marcado para este fim de semana tiveram que remarcar a passagem para a próxima semana. Mas, de acordo com a gerente de cursos e idiomas, Luiza Viana, não houve desistências.

“Num primeiro momento, a gente se certificou de que estava tudo bem com os estudantes em Santiago e com as escolas que recebem nossos alunos. Mas está tudo certo. Os prédios não sofreram danos, as lojas, os bancos e as escolas já estão funcionando, então estamos tranquilos. Se a infraestrutura da cidade estivesse comprometida, certamente seria diferente, mas do jeito que está ninguém quis alterar a viagem”, explicou.

De acordo com a CI, se algum estudante preferir desistir da viagem para o Chile, pode escolher outras escolas da mesma rede em outros países da América do Sul.
 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,71
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,37
    64.938,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host