UOL Notícias Notícias
 

03/03/2010 - 18h10

Chile nunca rejeitou ajuda do exterior, diz Bachelet

Da EFE
Em Santiago do Chile

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, negou hoje que seu país tenha rejeitado ajuda do exterior após o terremoto do último sábado, que deixou pelo menos 799 mortos e dois milhões de desabrigados.

"Li com surpresa que havia rejeitado a ajuda internacional", disse a governante.

Em entrevista à rádio "Cooperativa", Bachelet explicou ter apenas declarado, após as primeiras ofertas de ajuda, que era preciso primeiro avaliar a situação e ver que tipos de materiais seriam mais necessários.

"É o que fizemos, e agora já temos hospitais de campanha, e telefones por satélite, por exemplo", alegou.

"Estamos pedindo o que realmente precisamos, não o que já temos no Chile", disse Bachelet, que agradeceu a resposta da comunidade internacional frente à catástrofe.

A governante agradeceu aos presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e do Peru, Alan García, assim como à secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, e ao chanceler boliviano, David Choquehuanca, pelas visitas que fizeram ao Chile.

Segundo ela, 29 hospitais da rede pública ficaram inabilitados, 11 deles com perda total, e por isso a chegada de hospitais de campanha fornecidos por Argentina, Peru e outros países foi de grande utilidade.

Bachelet disse ainda que, quando souber o custo total para a reconstrução das áreas atingidas, recorrerá também à ajuda financeira externa, especialmente por meio de créditos a longo prazo.

A governante se defendeu das críticas recebidas por seu governo e pediu apoio dos chilenos ao presidente eleito, Sebastián Piñera, que assumirá o cargo no dia 11.

Em relação aos saques e tumultos registrados em algumas cidades do sul do país depois do terremoto, Bachelet disse que "esperava que eles nunca tivessem acontecido".

Quanto à polêmica pela Marinha e o Escritório Nacional de Emergência (Onemi) não terem dado alerta de tsunami, afirmou que o que houve foi uma falta de coordenação provocada pelos problemas de comunicação ocorridos após o tremor, quando todos os sistemas entraram em colapso.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h49

    -0,28
    3,267
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host