UOL Notícias Notícias
 

08/03/2010 - 13h15

Governo do Chile afirma que estradas e portos já funcionam normalmente

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Nove dias depois do terremoto, o ministro de Obras Públicas do Chile, Sergio Bittar, afirmou que as estradas e portos do país já estão funcionando  completamente e que a ajuda humanitária não enfrenta mais nenhum tipo de obstáculo para chegar às areas mais afetadas pela tragédia. O único porto do país ainda com problemas é o de Talcahuano (região de Bío Bío).

Bittar reconheceu que muitas estradas ainda precisam de reparos contra rachaduras e problemas de menor proporção, mas garantiu que tudo será resolvido em três meses. “Os danos mais sérios e que exigem mais reparação são com relação às pontes”, afirmou ao jornal El Mercurio.

Entre as regiões de Maule e Bío Bío, 20 das 2.200 pontes ficaram completamente destruídas com o terremoto do último dia 27 e deverão ser demolidas e reconstruídas novamente. Outras 20 foram afetadas parcialmente e devem receber reparos menores.

Para agilizar o início das obras, a presidente Michelle Bachelet assinou um decreto especial que permite a contratação imediata de empresas para realizar os reparos.

Reconstrução de hospitais
O ministro da Saúde, Álvaro Erazo, estimou em US$ 3,6 milhões o custo para reconstruir hospitais danificados pelo terremoto. “Temos 11 hospitais com problemas e pelo menos sete não estão funcionando”, disse em entrevista à versão online do jornal chileno "El Mercurio".

Erazo citou o problema do Hospital Feliz Bulnes, em Santiago, como uma das prioridades do governo sobre a reconstrução de estabelecimentos afetados. O ministro disse que a reconstrução, aprovação e implementação dos novos projetos devem levar pelo menos três anos. O ministro anunciou novos hospitais temporários. “Serão 15 hospitais com mais de 400 leitos instalados nas áreas mais afetadas”, afirmou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host