UOL Notícias Notícias
 

10/03/2010 - 09h43

Brasil enviará empresários ao Chile para negociar facilidades em linhas de crédito

Renata Giraldi
Enviada Especial da Agência Brasil
Em Santiago (Chile)

Por determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um grupo de empresários brasileiros desembarcará no Chile nos próximos dias para oferecer facilidades na concessão de financiamentos. No país, as atenções estão voltadas para a retomada da normalidade e a manutenção de prédios históricos, como o Museu de Belas Artes, que sofreu danos.

A ideia é colaborar para a reconstrução do país, parcialmente destruído por  terremotos e tsunamis que ocorreram desde o último dia 27.

Lula tratou do acordo para a concessão de linhas de crédito durante conversa com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, logo depois que ocorreram os abalos sísmicos no país. Atualmente os chilenos dispõem de um desenvolvido sistema de engenharia civil, baseado na solidez das construções como meio de garantir proteção em casos de terremoto.

O governo do Brasil foi um dos primeiros a anunciar o apoio ao Chile. Foi enviado o hospital de campanha da Marinha, com capacidade de até 400 atendimentos e ampla infraestrutura, como Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Emergência. O hospital brasileiro foi instalado no bairro Cerro Navia, um dos mais pobres de Santiago.

Também chegaram do Brasil dois helicópteros, que foram enviados para Concepción, a segunda maior cidade chilena que ficou bastante danificada, além de pontes mecânicas e telefones satélites. Na conversa com Bachelet, Lula disse que está à disposição, se o governo chileno necessitar de mais ajuda.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host