UOL Notícias Especial Trânsito
 
Às 17h é constante o entra e sai dos cerca de 70 ônibus fretados que circulam no estacionamento do Centro Empresarial de São Paulo, na zona sul da cidade. Eles transportam os funcionários de mais de 50 empresas instaladas no local e têm como destino bairros distantes da zona leste, municípios da Grande São Paulo e até cidades como Sorocaba, Atibaia e Santos.

Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, existem 10 mil ônibus fretados cadastrados que trafegam pela Grande São Paulo.

Os passageiros reclamam do trânsito em São Paulo e das horas que já gastaram parados dentro de seus carros para chegar e sair do trabalho. Outros, só de ouvir falar já desistiram. "Eu tenho carro e desde que eu comecei a trabalhar aqui eu já defini vir de fretado. Se eu tivesse que vir de carro eu não trabalharia aqui", conta a assistente executiva Marina Pedrosa, 30, que mora em Mairiporã, na região metropolitana.

A opção de não encarar mais o "mar" de carros, obriga os passageiros a se ocupar agora de outras tarefas -claro, estas bem menos árduas: ver um filme, dormir, ouvir música, conversar com o vizinho do assento ao lado. Mesmo que às vezes eles tenham que fazer isso durante quase cinco horas. "O pessoal já chegou em Atibaia 11 horas da noite", afirma o monitor da linha Centro Empresarial - Atibaia, Paulo Sérgio da Silva, 43.

Durante os dias de trânsito mais lento, como as sextas-feiras, os passageiros levam para dentro do ônibus alguns hábitos do dia-a-dia. "Já teve algumas festinhas no ônibus, com cerveja. A gente compra esfiha, refrigerantes e todo mundo aproveita, come um pouquinho, se diverte", conta Roberto Neder, 40, analista de negócios.

Ônibus escolares
Acostumados a percorrer distâncias mais curtas, os ônibus escolares agora adotam recursos de ônibus de viagem para lidar com o aumento do congestionamento na cidade. A instalação de televisões foi a principal estratégia para reverter a impaciência dos pequenos passageiros.

"Isso foi para suprir aquele tempo ocioso que o aluno tinha dentro do ônibus. Aquilo gerava uma certa impaciência dependendo do trajeto que ele fazia", afirma Carlos Antonio Leister, 36, supervisor de transportes do colégio Dante Alighieri, na zona oeste. Aqui os cerca de 30 ônibus transportam mais de mil alunos todos os dias, e as crianças que moram na zona norte demoram cerca de duas horas para chegar em casa.

O colégio, aliás, já tem um acervo de quase cem filmes para evitar que a programação fique repetitiva. "Geralmente os últimos sempre assistem [a um filme inteiro]. Os que descem primeiro só vêem o começo, mas mesmo assim eles ficam bem atentos", afirma o motorista Emerson Gaetano Salvi, 36 anos. Mais de 10 mil ônibus fretados circulam na Grande SP. Livres de dirigir, os passageiros buscam novas distrações para as horas de congestionamento

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h00

    0,10
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h02

    -0,38
    64.613,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host